Vida dos Santos

Calendário de Eventos

Ver por ano Ver por mês Ver por semana Ver hoje Pesquisar Ir para o mês

Eglantynne Jebb

Sexta-feira, 17 Dezembro 2021por Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.Visualizações : 1299

17 12 Eglantynne Jebb

Eglantynne Jebb nasceu a 25 de Agosto de 1876 em Ellesmere (Reino Unido) e faleceu a 17 de Dezembro de 1928 em Genebra, Suiça. Era filha Arthur Trevor Jebb e de Eglantynne Louisa Jebb. Tinha duas irmãs Dorothy Frances Jebb Buxton e Louisa Jebb. Eglantynne cresceu na propriedade da família. Os Jebbs eram uma família apta e tinham uma forte consciência social e compromisso com o serviço público. A sua mãe, Eglantyne Louisa Jebb, fundou a Home Arts and Industries Association, para promover artes e ofícios entre jovens em áreas rurais; a sua irmã Louisa ajudaria a encontrar o Exército de Terra das Mulheres na Primeira Guerra Mundial e a sua outra irmã, Dorothy, (casada com o deputado trabalhista Charles Roden Buxton), fez campanha contra a demonização do povo alemão após a guerra. Dorothy trabalhou também como professora no Wellesley College em 1929 ministrando cursos de ensino em literatura inglesa.

Eglantynne Jebb era conhecida como a "Chama Branca" porque a chama de seu amor dedicado por crianças em perigo queimava um calor branco de paixão durante toda a vida.

Eglatynne Jebb teve uma experiência de um ano como professora da Escola do 1.º Ciclo (Escola Primária), na St. Peter's Junior School em Marlborough. Esta experiência convenceu-a de que esta não era sua vocação, embora aumentasse sua consciência das dificuldades e da natureza generalizada da pobreza enfrentada por crianças pequenas.

Eglantynne Jebb mudou-se para Cambridge para cuidar da mãe que se encontrava doente. Ali, envolveu-se na Sociedade de Organização de Caridade, que visava trazer uma abordagem científica moderna para o trabalho de caridade. Isso a levou a realizar um extenso projeto de pesquisa em condições na cidade, e em 1906 publicou um livro baseado na sua pesquisa.

Em 1907, Eglantynne Jebb é nomeada para o Comité de Educação do Cambridge Borough Council.

Em 1913, foi convidada a empreender uma viagem para a Macedônia em nome do Macedonian Relief Fund. Eglantynne Jebb regressou dessa viagem pouco antes do início da Primeira Guerra Mundial e logo foi atraída para um projeto organizado pela sua irmã Dorothy, que revelou que a vida quotidiana nos países inimigos era muito pior do que a propaganda governamental sugeria.

À medida que a guerra chegava ao fim e as economias alemã e austro-húngara chegaram ao colapso, ficou claro para Dorothy e Eglantynne que os filhos desses países sofriam assustadoramente os efeitos da guerra e do bloqueio aliado, que continuou mesmo quando um armistício foi assinado. Um grupo de pressão, o Conselho Fight the Famine, foi criado em 1919 para persuadir o governo britânico a acabar com o bloqueio.

A 15 de Abril de 1919, fundou com a sua irmã Dorothy o Fundo Save the Children, um fundo para arrecadar dinheiro para crianças alemãs e austríacas.

O sucesso inesperado do Fundo levou a que Eglantynne Jebb e a sua irmã tentassem criar um movimento internacional para crianças e assim em 1920 foi fundada em Genebra a União Internacional de Salvaguarda das Crianças (Union International de Secours à l'Enfant com o British Save the Children Fund e a Sueca Rädda Barnen como principais membros.

A Declaração dos Direitos da Criança, ou a Declaração de Genebra como conhecida, foi um documento elaborado por iniciativa de Eglantynne Jebb no qual afirmava: “que devemos reivindicar certos direitos para as crianças”.

Morreu numa casa de repouso em Genebra em 1928.

É recordada pela Igreja de Inglaterra a 17 de Dezembro.

Voltar

Autenticação

Registar

*
*
*
*
*
*

Fields marked with an asterisk (*) are required.

Liturgia

Secretariado Nacional de Liturgia

Agenda Litúrgica
  • S. Lourenço, diácono e mártir – FESTA Vermelho – Ofício da festa. Te Deum. Missa própria, Glória, pf. dos mártires. L1: 2 Cor 9, 6-10; Sal 111, 1-2. 5-6. 7-8. 9 Ev: Jo 12, 24-26 * Proibidas as Missas de defuntos, exceto a exequial. * Na Ordem Franciscana (II Ordem) – I Vésp. de S. Clara de Assis.

Próximos Eventos

Não foram encontrados eventos

Santo do dia

Qua. Ago. 10
João Henrique Newmann
Qua. Ago. 10
Santa Filomena
Qua. Ago. 10
São Lourenço
Qui. Ago. 11
Santa Clara de Assis
Qui. Ago. 11
Santa Suzana

Diocese do Algarve

Diocese do Algarve

Website Oficial da Diocese do Algarve

Horário de visitas da Igreja de S. Lourenço

Pode visitar a Igreja de S. Lourenço nos seguintes horários

 

De 15 de Abril a 15 de Outubro (Horário de Verão)

 Segunda-feira: 15h00 - 18h00

Terça-feira a Sábado: 10h00 - 13h00 e 15h00 - 18h00

 

De 16 de Outubro a 14 de Abril (Horário de Inverno)

Segunda-feira: 15h00 - 17h00

Terça-feira a Sábado: 10h00 - 13h00 e 15h00 - 17h00

 

 Ao Domingo encontra-se encerrada para visitas.

Entradas pagas

Visitas

Visitas
3945
Artigos
5
Favoritos web
18