Vida dos Santos

Calendário de Eventos

Mês anterior Dia anterior Dia seguinte
Ver por ano Ver por mês Ver por semana Ver hoje Pesquisar Ir para o mês

Eglantynne Jebb

Quinta-feira, 17 Dezembro 2020por Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.Visualizações : 1203

17 12 Eglantynne Jebb

Eglantynne Jebb nasceu a 25 de Agosto de 1876 em Ellesmere (Reino Unido) e faleceu a 17 de Dezembro de 1928 em Genebra, Suiça. Era filha Arthur Trevor Jebb e de Eglantynne Louisa Jebb. Tinha duas irmãs Dorothy Frances Jebb Buxton e Louisa Jebb. Eglantynne cresceu na propriedade da família. Os Jebbs eram uma família apta e tinham uma forte consciência social e compromisso com o serviço público. A sua mãe, Eglantyne Louisa Jebb, fundou a Home Arts and Industries Association, para promover artes e ofícios entre jovens em áreas rurais; a sua irmã Louisa ajudaria a encontrar o Exército de Terra das Mulheres na Primeira Guerra Mundial e a sua outra irmã, Dorothy, (casada com o deputado trabalhista Charles Roden Buxton), fez campanha contra a demonização do povo alemão após a guerra. Dorothy trabalhou também como professora no Wellesley College em 1929 ministrando cursos de ensino em literatura inglesa.

Eglantynne Jebb era conhecida como a "Chama Branca" porque a chama de seu amor dedicado por crianças em perigo queimava um calor branco de paixão durante toda a vida.

Eglatynne Jebb teve uma experiência de um ano como professora da Escola do 1.º Ciclo (Escola Primária), na St. Peter's Junior School em Marlborough. Esta experiência convenceu-a de que esta não era sua vocação, embora aumentasse sua consciência das dificuldades e da natureza generalizada da pobreza enfrentada por crianças pequenas.

Eglantynne Jebb mudou-se para Cambridge para cuidar da mãe que se encontrava doente. Ali, envolveu-se na Sociedade de Organização de Caridade, que visava trazer uma abordagem científica moderna para o trabalho de caridade. Isso a levou a realizar um extenso projeto de pesquisa em condições na cidade, e em 1906 publicou um livro baseado na sua pesquisa.

Em 1907, Eglantynne Jebb é nomeada para o Comité de Educação do Cambridge Borough Council.

Em 1913, foi convidada a empreender uma viagem para a Macedônia em nome do Macedonian Relief Fund. Eglantynne Jebb regressou dessa viagem pouco antes do início da Primeira Guerra Mundial e logo foi atraída para um projeto organizado pela sua irmã Dorothy, que revelou que a vida quotidiana nos países inimigos era muito pior do que a propaganda governamental sugeria.

À medida que a guerra chegava ao fim e as economias alemã e austro-húngara chegaram ao colapso, ficou claro para Dorothy e Eglantynne que os filhos desses países sofriam assustadoramente os efeitos da guerra e do bloqueio aliado, que continuou mesmo quando um armistício foi assinado. Um grupo de pressão, o Conselho Fight the Famine, foi criado em 1919 para persuadir o governo britânico a acabar com o bloqueio.

A 15 de Abril de 1919, fundou com a sua irmã Dorothy o Fundo Save the Children, um fundo para arrecadar dinheiro para crianças alemãs e austríacas.

O sucesso inesperado do Fundo levou a que Eglantynne Jebb e a sua irmã tentassem criar um movimento internacional para crianças e assim em 1920 foi fundada em Genebra a União Internacional de Salvaguarda das Crianças (Union International de Secours à l'Enfant com o British Save the Children Fund e a Sueca Rädda Barnen como principais membros.

A Declaração dos Direitos da Criança, ou a Declaração de Genebra como conhecida, foi um documento elaborado por iniciativa de Eglantynne Jebb no qual afirmava: “que devemos reivindicar certos direitos para as crianças”.

Morreu numa casa de repouso em Genebra em 1928.

É recordada pela Igreja de Inglaterra a 17 de Dezembro.

Voltar

Autenticação

Registar

*
*
*
*
*
*

Fields marked with an asterisk (*) are required.

Liturgia

Secretariado Nacional de Liturgia

Agenda Litúrgica
  • S. Martinho I, papa e mártir – MF Branco ou verm. – Ofício da féria ou da memória. Missa da féria ou da memória, pf. pascal. L 1 At 4, 32-37; Sal 92 (93), 1ab. 1c-2. 5 Ev Jo 3, 7b-15

Próximos Eventos

Não foram encontrados eventos

Santo do dia

Ter. Abr. 13
Beata Ida da Lorena
Ter. Abr. 13
São Martinho I
Qua. Abr. 14
São Pedro Gonçalves Telmo

Diocese do Algarve

Diocese do Algarve

Website Oficial da Diocese do Algarve

Horário de visitas da Igreja de S. Lourenço

Pode visitar a Igreja de S. Lourenço nos seguintes horários

 

De 15 de Abril a 15 de Outubro (Horário de Verão)

 Segunda-feira: 15h00 - 18h00

Terça-feira a Sábado: 10h00 - 13h00 e 15h00 - 18h00

 

De 16 de Outubro a 14 de Abril (Horário de Inverno)

Segunda-feira: 15h00 - 17h00

Terça-feira a Sábado: 10h00 - 13h00 e 15h00 - 17h00

 

 Ao Domingo encontra-se encerrada para visitas.

Entradas pagas

Visitas

Visitas
3945
Artigos
5
Favoritos web
18