Vida dos Santos

Calendário de Eventos

Ver por ano Ver por mês Ver por semana Ver hoje Pesquisar Ir para o mês

Santa Luzia

Segunda-feira, 13 Dezembro 2021por Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.Visualizações : 1432

13 12 S. Luzia

Santa Luzia também é conhecida como Santa Lúcia de Siracusa. Santa Luzia nasceu por volta do ano 283 e faleceu cerca do ano 304.

Santa Luzia nasceu na cidade italiana de Siracusa numa família rica e cristã. Era considerada como uma das jovens mais belas de sua cidade. Ficou órfã de pai aos 5 anos. A sua mãe, Eutíquia, sofria de graves hemorragias internas. Santa Luzia tinha uma grande convicção cristã, e consagrou-se secretamente, ao Senhor Jesus, oferecendo-lhe perpetuamente a sua virgindade.

Um dia, Santa Luzia foi com a sua mãe peregrinar à cidade de Catânia onde se encontrava o corpo da grande Santa Águeda (http://www.paroquia-almancil.pt/utilidades/vida-dos-santos/icalrepeat.detail/2018/02/05/11893/-/s-%C3%A1gueda.html).

O Evangelho pregado na Eucaristia desse dia foi o da mulher que sofria com hemorragias internas (Mateus 9,19-22; Marcos 5,25-34 e Lucas 8,43-48). Santa Luzia pensou: "Se aquela mulher ao tocar nas vestes do Senhor ficou curada, será que Santa Águeda não pedirá ao Senhor que cure minha mãe da mesma forma que curou aquela mulher?"

Santa Luzia pediu então a sua mãe para que esperassem que todos saíssem da Igreja, para que ela pudesse ir rezar junto ao corpo de Santa Águeda. Durante esse tempo de oração Luzia dormiu, e em êxtase sonhou que anjos rodeavam Santa Águeda, e que a mesma lhe disse: "Luzia minha irmã, porque pedes a mim uma coisa que tu mesma podes conceder?"

Santa Luzia rapidamente saiu do êxtase e despertou do sonho. Foi procurar a sua mãe, à qual disse que tinha sido curada. Santa Luzia aproveitou esse momento para revelar à mãe que tinha feito um voto de castidade a Jesus, e que iria distribuir todos os seus bens aos pobres.

A sua mãe disse-lhe: "Luzia minha filha, tudo o que é meu e do teu falecido pai é teu, por isso que se faça o que queres?" Ao chegar a casa começaram a distribuir todos os seus bens aos pobres.

Ao aperceber-se do que se estava a passar, um jovem muito rico e pagão, politeísta de nascença, foi perguntar à mãe de Santa Luzia o motivo porque distribuíam os seus bens, ao que Eutíquia respondeu: "Luzia é muito providente e é porque achou bens do Paraíso Celeste muito mais valiosos do que esses que estamos fazendo isso". Com o passar dos dias o jovem denunciou Santa Luzia ao governador de Siracusa Pascasio, por esta ser cristã. O governador mandou Santa Luzia ao Imperador Diocleciano, que tentou persuadi-la a se converter aos ídolos. Santa Luzia mostrou-se cheia do Espírito Santo em frente ao imperador Diocleciano. Vendo que nada a convertia decidiu-se pelo seu martírio.

Diocleciano mandou-a para uma casa de prostituição, mas foi em vão pois ninguém conseguia tirar Santa Luzia do local. Os soldados saíram envergonhados do local, pois os seus pés estavam como que fincados no chão, como raízes de plantas e nem mesmo uma junta de bois conseguiu tirar Santa Luzia do sítio onde se encontrava.

Como nada dera certo, tentaram atear-lhe fogo. Santa Luzia rezou e as chamas nada fizeram contra ela. Depois disso e como Santa Luzia não se convertia aos falsos deuses romano, um soldado, a mando do imperador, arrancou-lhe os olhos e entregou-lhos num prato, mas, milagrosamente, nasceram-lhe no rosto dois lindos olhos, sãos, perfeitos e mais lindos do que os primeiros.

Vendo que nada a convencia a converter-se ao paganismo, decapitaram Santa Luzia no momento em que esta dizia: "Adoro a um só Deus verdadeiro, a quem prometi amor e fidelidade.”

Santa Luzia é a padroeira dos oftalmologistas e daqueles que têm problemas de visão.

Santa Luzia rogai por nós!

Voltar

Autenticação

Registar

*
*
*
*
*
*

Fields marked with an asterisk (*) are required.

Liturgia

Secretariado Nacional de Liturgia

Agenda Litúrgica
  • Branco – Ofício da féria. Missa da féria, pf. pascal. L1: At 15, 7-21; Sal 95 (96), 1-2a. 2b-3. 10 Ev: Jo 15, 9-11 * Na Ordem Agostiniana – Bb. Clemente de Osimo e Agostinho de Tarano, presbíteros – MO * Na Ordem Beneditina – S. Celestino, papa e eremita – MF * Na Ordem dos Franciscanos Capuchinhos – S. Crispim de Viterbo, religioso, da I Ordem – MO * Na Congregação das Irmãs Dominicanas da Anunciata – B. Francisco Coll e Guitar, presbítero, Fundador da Congregação – FESTA * Na Ordem de São Domingos – Francisco Coll Guitart, presbítero – MF * Na Congregação dos Irmãos das Escolas Cristãs (Lassalistas/La Salle) – B. Rafael Luís Rafiringa, religioso – MF * Na Congregação Salesiana – (Évora) – I Vésp. do aniversário da Dedicação da igreja de Nossa Senhora Auxiliadora.

Próximos Eventos

Não foram encontrados eventos

Diocese do Algarve

Diocese do Algarve

Website Oficial da Diocese do Algarve

Horário de visitas da Igreja de S. Lourenço

Pode visitar a Igreja de S. Lourenço nos seguintes horários

 

De 15 de Abril a 15 de Outubro (Horário de Verão)

 Segunda-feira: 15h00 - 18h00

Terça-feira a Sábado: 10h00 - 13h00 e 15h00 - 18h00

 

De 16 de Outubro a 14 de Abril (Horário de Inverno)

Segunda-feira: 15h00 - 17h00

Terça-feira a Sábado: 10h00 - 13h00 e 15h00 - 17h00

 

 Ao Domingo encontra-se encerrada para visitas.

Entradas pagas

Visitas

Visitas
3945
Artigos
5
Favoritos web
18