segunda, 08 outubro 2012 22:12

Unção dos Doentes

Escrito por 
Classifique este item
(0 votos)

 UNÇÃO

 

O SACRAMENTO DOS DOENTES

A Unção dos doentes mostra claramente a solicitude corporal e espiritual do Senhor para com os doentes. A pessoa que está doente necessita de uma peculiar Graça de Deus para que não perca o ânimo na aflição, nem venha a fraquejar na fé, pela falta de confiança no Senhor. (Introdução ao Ritual, nº5).

Recebendo o Sacramento dos doentes, o enfermo pode suportar melhor, com mais fortaleza, os males que o afligem, e pode vencê-los obtendo a saúde do corpo e renovando-se na sua espiritualidade. Este Sacramento, pela oração feita sobre o doente e com o doente confere se necessário o perdão dos pecados e a consumação da Penitência cristã. (Introd. ao Ritual nº 6)

Por tudo isso, através da Unção dos Doentes, pede-se ao Senhor que o cristão regresse às suas normais actividades, às suas anteriores ocupações, uma vez que se pede a cura de toda a fraqueza, o sarar de todas as feridas, o alívio de todas as dores da alma e do corpo, o perdão de todos os pecados. (oração depois da unção, nº 77).

 

Quais os frutos deste sacramento?

Uma força especial e um conforto para viver, e, se for essa a vontade de Deus, uma melhora do estado de saúde. Mesmo quando não há melhoria do estado de saúde, este sacramento permite experimentar a paz e a coragem para suportar os sofrimentos da doença e da idade avançada com uma graça de força, de perdão e de purificação.

Os frutos do sacramento são:

  •       A união do doente ao sofrimento e à Paixão de Jesus para o seu bem e para o bem de toda a Igreja.
  •       O reconforto, a paz e a coragem para suportar os sofrimentos da idade avançada e da doença.
  •        O perdão dos pecados, quando a doença já não permite a confissão sacramental.
  •       As melhoras da saúde, se for essa a vontade de Deus e se no plano salvífico de Deus, contribuir para o seu crescimento espiritual.
  •       A preparação para a morte, passagem à vida eterna.
  •  

       Como preparar?

Para receber qualquer sacramento o cristão deve estar em estado de graça, sem consciência de culpa grave.

Deve rezar e pedir a Deus que o ajude a conformar-se com a Sua vontade Santa.

Deve contemplar Cristo crucificado e pedir-lhe a graça de se identificar com a sua paixão gloriosa e de contribuir assim para o crescimento espiritual da Igreja.

Não deve receber este sacramento esperando uma cura milagrosa. O fruto principal do sacramento é a graça da pacificação e do alívio espiritual e corporal das dores. Se for a vontade de Deus e se contribuir para o bem da Igreja, o doente experimentará também as melhorias significativas.

O Sacramento da Santa Unção é celebrado sempre que nos for pedido. Basta contactar o Acolhimento Paroquial.

 

Ler 8691 vezes Modificado em quinta, 06 junho 2013 11:51

Deixe um comentário

Certifique-se que coloca as informações (*) requerido onde indicado. Código HTML não é permitido.

Autenticação

Registar

*
*
*
*
*
*

Fields marked with an asterisk (*) are required.

Liturgia

Secretariado Nacional de Liturgia

Agenda Litúrgica
  • Verde – Ofício do domingo (Semana II do Saltério). Te Deum. + Missa própria, Glória Credo, pf. dominical. L 1 Ex 22, 20-26; Sal 17 (18), 2-3. 7. 47 e 51ab L 2 1 Tes 1, 5c-10 Ev Mt 22, 34-40 * Proibidas as Missas de defuntos, excepto a exequial. * Na Diocese de Setúbal – Aniversário da Ordenação episcopal e tomada de posse de D. José Ornelas Carvalho (2015). * No Patriarcado de Lisboa – Aniversário da Dedicação da Igreja Catedral. Na Sé – SOLENIDADE; nas outras igrejas do Patriarcado – Ofício e Missa do domingo * Na Congregação das Missionárias de S. Carlos (Scalabrinianas) – Aniversário da fundação da Congregação (1895). * Na Congregação dos Sagrados Corações – Aniversário da Dedicação da igreja própria, em todas as igrejas dedicadas da Congregação – SOLENIDADE * Nas Congregações e Institutos da Família Paulista – Jesus Cristo, Caminho, Verdade e Vida, Mestre e Pastor da Humanidade – SOLENIDADE * II Vésp. do domingo – Compl. dep. II Vésp. dom.

Próximos Eventos

Não foram encontrados eventos

Santo do dia

Dom. Out. 25 @00:00 - 11:00PM
São João Stone
Dom. Out. 25 @00:00 - 11:00PM
Santo António de Sant'Ana Galvão
Dom. Out. 25 @00:00 - 11:00PM
Nª Srª das Vitórias
Dom. Out. 25 @00:00 - 11:00PM
Beata Maria Jesus Masiá Ferragut e Companheiros
Seg. Out. 26
Santo Evaristo

Diocese do Algarve

Diocese do Algarve

Website Oficial da Diocese do Algarve
  • O bispo do Algarve pediu esta manhã aos católicos algarvios que continuem a viver este tempo de pandemia “com responsabilidade” e “com o sentido cívico” que é pedido, “cumprindo tudo aquilo que está determinado”. “Sabemos que os tempos que vivemos não são fáceis. Sabemos que não podemos facilitar, que somos todos corresponsáveis e todos irmãos […] The post Bispo do Algarve pede aos algarvios que continuem a viver este tempo de pandemia “com responsabilidade” first appeared on Diocese do Algarve.

  • A Capelania da Universidade do Algarve (UAlg) dirigiu uma mensagem de abertura do ano académico a toda a comunidade universitária e, particularmente de boas-vindas aos novos alunos, na qual desafia os estudantes serem “instrumento de esperança”. “Numa hora bem delicada em que o homem precisa de acordar para os laços da unidade, como necessária condição […] The post Mensagem de abertura do ano académico do capelão da UAlg desafia estudantes a serem “instrumento de esperança” first appeared on Diocese do Algarve.

  • Realizou-se na manhã de ontem, em Loulé, no Centro Paroquial, a Assembleia Diocesana do Renovamento Carismático Católico do Algarve. A iniciativa, com cerca de 90 participantes dos núcleos algarvios daquele movimento, teve início com o momento de acolhimento e louvor, seguindo-se a oração da manhã e um tempo de ensinamento levado a cabo pelo assistente […] The post Assembleia do Renovamento Carismático Católico do Algarve realizou-se em Loulé com apelo à fraternidade first appeared on Diocese do Algarve.

Horário de visitas da Igreja de S. Lourenço

Pode visitar a Igreja de S. Lourenço nos seguintes horários

 

De 15 de Abril a 15 de Outubro (Horário de Verão)

 Segunda-feira: 15h00 - 18h00

Terça-feira a Sábado: 10h00 - 13h00 e 15h00 - 18h00

 

De 16 de Outubro a 14 de Abril (Horário de Inverno)

Segunda-feira: 15h00 - 17h00

Terça-feira a Sábado: 10h00 - 13h00 e 15h00 - 17h00

 

 Ao Domingo encontra-se encerrada para visitas.

Entradas pagas

Visitas

Visitas
3945
Artigos
4
Favoritos web
18