Vida dos Santos

Calendário de Eventos

Ver por ano Ver por mês Ver por semana Ver hoje Pesquisar Ir para o mês

São Frutuoso

Domingo, 05 Dezembro 2021por Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.Visualizações : 1617

5 12 S. Frutuoso

Frutuoso de Braga ou Frutuoso de Dume nasceu na região de Bierzo, província de Leão (Espanha), nos primeiros anos do séc. VII e faleceu a 16 de Abril de 665. Era oriundo de uma família real, tudo indica que o seu pai tenha sido duque do exército Visigodo de Hispânia (nome dado pelos romanos à Península Ibérica (atuais Portugal, Espanha, Andorra, Gibraltar e uma pequena parte a sul da França). Teve uma irmã, a quem o pai casou com um nobre de nome Visinando.

S. Frutuoso desde muito cedo anseia por renunciar aos bens materiais. Conta-se que quando o pai o levava aos vales da região de Bierzo, para pastar os rebanhos, S. Frutuoso alheio aos trabalhos e às conversas do pai, entrava no seu mundo interior e analisava a altitude daqueles vales, idealizando a construção de um mosteiro nessas propriedades.

Depois da morte dos pais, ganha a liberdade que sempre desejou e parte para Palência, confiando a sua formação espiritual ao bispo Conâncio. Terminada esta com êxito, regressa a Bierzo com dois objetivos que concretiza: doar os seus bens à Igreja e aos pobres e o abraço ao ascetismo anacorético. S. Frutuoso não hesita em refugiar-se nos vales, de preferência em lugares bem isolados, longe de tudo e de todos. A partir daqui a sua vida é somente dedicada a Deus de forma austera e exigente.

Embora longe da sociedade circundante S. Frutuoso não consegue passar despercebido. Entre 639 e 642 funda o mosteiro de Compludo, nas suas propriedades, nos vales de Bierzo. Este foi o primeiro de muitos. Sem dificuldade ocupa o mosteiro com um “exército de monges”.

Mais tarde o seu cunhado Visinando, apela às autoridades civis para que lhe seja entregue o mosteiro, alegando perante o rei, que aquela propriedade era precisa para uso do reino. Com este argumento o monarca acedeu ao pedido, e ordena que seja tirado o mosteiro a Frutuoso.

Quando o santo toma conhecimento deste facto desnudou os altares e vesti-os de cilício, ao mesmo tempo que escrevia uma carta ao seu rival, cujo conteúdo se desconhece, apenas se diz que o confundiu em nome do Senhor. Diz-se, também, que Visinando sofreu uma vingança divina, acabando por morrer cedo e sem descendência. Os seus bens foram herdados por pessoas alheias.

Depois da morte do cunhado, S. Frutuoso continuou à frente do mosteiro de Compludo. S. Frutuoso aspirava uma vida regrada para todos, com o intuito de proporcionar uma vivência espiritual e contemplativa o mais profunda possível, por isso, estabeleceu a observância à Regra e nomeou um abade para o mosteiro, com rigor e disciplina.

O seu dom de santidade começa a expandir-se, levando multidões de pessoas a procurá-lo. Frutuoso sente a sua vida ascética ameaçada e opta, muitas vezes, por refugiar-se em lugares tão isolados, cujo esconderijo não se mostrava aos olhos do homem, nem o acesso lhe abria portas. Era nestes lugares de austeridade que ele multiplicava a oração.

Fundou vários mosteiros, um deles o de S. Salvador de Montélios (atual paróquia de Real, em Braga [Portugal]).

S. Frutuoso rogai por nós!

Voltar

Autenticação

Registar

*
*
*
*
*
*

Fields marked with an asterisk (*) are required.

Liturgia

Secretariado Nacional de Liturgia

Agenda Litúrgica
  • Conversão de S. Paulo, Apóstolo – FESTA Branco – Ofício da festa. Te Deum. Missa própria, Glória, pf. dos Apóstolos. L1: At 22, 3-16 ou At 9, 1-22; Sal 116, 1. 2 Ev: Mc 16, 15-18 * Proibidas as Missas de defuntos, exceto a exequial. * Na Congregação da Missão e na Companhia das Filhas da Caridade – Aniversário da fundação da Congregação da Missão. * Nas Congregações e Institutos da Família Paulista – Conversão de S. Paulo, Apóstolo – SOLENIDADE * 8º dia do Oitavário de Orações pela Unidade dos Cristãos. * Na Ordem de Cister e na Ordem Cisterciense da Estrita Observância – I Vésp. dos Santos Fundadores da Ordem.

Próximos Eventos

Não foram encontrados eventos

Santo do dia

Ter. Jan. 25
Conversão de São Paulo
Qua. Jan. 26
Santos Roberto, Albérico e Estêvão
Qua. Jan. 26
São Timóteo
Qua. Jan. 26
São Tito

Diocese do Algarve

Diocese do Algarve

Website Oficial da Diocese do Algarve

Horário de visitas da Igreja de S. Lourenço

Pode visitar a Igreja de S. Lourenço nos seguintes horários

 

De 15 de Abril a 15 de Outubro (Horário de Verão)

 Segunda-feira: 15h00 - 18h00

Terça-feira a Sábado: 10h00 - 13h00 e 15h00 - 18h00

 

De 16 de Outubro a 14 de Abril (Horário de Inverno)

Segunda-feira: 15h00 - 17h00

Terça-feira a Sábado: 10h00 - 13h00 e 15h00 - 17h00

 

 Ao Domingo encontra-se encerrada para visitas.

Entradas pagas

Visitas

Visitas
3945
Artigos
5
Favoritos web
18