Vida dos Santos

Calendário de Eventos

Ver por ano Ver por mês Ver por semana Ver hoje Pesquisar Ir para o mês

Santo Antonino de Florença

Segunda-feira, 10 Maio 2021por Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.Visualizações : 648

10mai s. antonino de florencaSanto Antonino de Florença também é conhecido como António de FlorençaAntónio Pierozzi, ou De Forciglioni. Santo Antonino nasceu a 1 de março de 1389 em Florença (Itália) e faleceu a 2 de maio de 1459 em Florença (Itália). Era filho único de Nicolau e Tomazina Pierrozi. O seu pai era tabelião (notário) e a sua mãe dona de casa, ambos muito religiosos e proeminentes cidadãos da cidade. Foi batizado com o nome de António.

Santo Antonino de Florença foi educado na fé cristã e costumava ir todos os dias à igreja de São Miguel quando tinha apenas 10 anos de idade. Lá, Santo Antonino de Florença detinha-se diante do crucifixo e do altar de Nossa Senhora onde rezava.

Sendo filho único e obedecendo ao desejo dos pais, Santo Antonino de Florença fez o curso de direito e tornou-se um perito na matéria. 

Aos 15 anos Santo Antonino de Florença quis entrar para a ordem dos Dominicanos. Foi então até à igreja de São Miguel procurou o frei Giovanni Dominici (superior do convento) e expôs-lhe o seu desejo. Frei Giovanni ao olhar para Santo Antonino de Florença viu que este era muito jovem e muito frágil. Por isso, e achando que ele não suportaria as exigências da vocação, perguntou-lhe qual matéria que gostava mais. Santo Antonino de Florença prontamente respondeu que era o Direito Canónico. Então, frei Giovanni, disse a Santo Antonino que quando tivesse decorado o Direito Canónico poderia ingressar na Ordem. Santo Antonino regressou a casa e durante um ano fez o que se considerava impossível, decorando o Direito Canónico por completo.

No ano seguinte em 1405, Santo Antonino voltou a procurar Frei Giovanni que o admitiu no mosteiro com apenas 16 anos de idade.

Santo Antonino de Florença foi, então, para Cartona iniciar o seu noviciado, fazendo enormes progressos. Depois de um ano de estudos, fez a profissão dos votos definitivos. Em Cartona Santo Antonino conheceu o Beato João de Fiesole (http://www.paroquia-almancil.pt/utilidades/vida-dos-santos/icalrepeat.detail/2019/02/18/55565/-/beato-jo%C3%A3o-de-fiesole.html).

Na festa de Pentecostes de 1406 Santo Antonino retorna a Florença, acompanhado de três outros professos. Ali Santo Antonino torna-se um grande teólogo, nunca parando de estudar. Não querendo participar do Cisma, (divisão) da igreja, Santo Antonino, retirou-se de Florença numa noite, juntamente com os religiosos de São Domingos e foram morar no mosteiro da cidade de Foligno. Os religiosos estabeleceram-se em Foligno, onde retomaram a vida santa e austera que lhes havia prescrito Frei Giovanni Dominici.

No ano de 1418 houve em Foligno uma peste devastadora que os obrigou a voltar para Cartona. Santo Antonino de Florença ajudava a cuidar dos doentes e milagrosamente não contraiu a terrível doença. Muitos dominicanos morreram da praga, mas Santo Antonino continuou a fazer o seu trabalho a pé, ao redor de seu povo e nada sofreu.

Nesta altura Santo Antonino torna-se Prior, (superior) da ordem Dominicana que se encontrava muito debilitada pelo Cisma e pela peste, mas, com os seus estudos e orações, Santo Antonino de Florença conseguiu dar uma nova vida à reforma dominicana. Santo Antonino mostrava sempre o que deveria ser feito com os seus exemplos, e dizia: “o primeiro dever é o de dar exemplo. O mestre deve prestar contas a Deus de todos aqueles que lhe são submissos, e merece a morte cada vez que lhes oferece um mau modelo Santo Antonino de Florença foi um escritor de leis internacionais e de teologia moral. É muito conhecido pelo seu notável trabalho “Summa moralis” o qual é geralmente considerado o alicerce da moderna teologia moral. 

Com o falecimento do Cardeal Bartolomeu Zarabella, Florença ficou por nove meses sem Arcebispo. Foi então, que, após uma conversa de Frei João de Fiesole com o Papa Eugénio IV e depois do Papa meditar na oração quem seria o melhor Arcebispo que Frei Antonino foi nomeado Arcebispo de Florença. O santo não queria o cargo e só aceitou quando o Papa o ameaçou de excomunhão caso não aceitasse. Quando foi nomeado, disse: “Senhor, aceito este cargo contra a minha vontade, para não resistir àquela de vosso Vigário. Assisti-me, pois, Senhor, porque sabes que necessito. Foi consagrado Arcebispo de Florença a 13 de março de 1446.

Depois de ser consagrado arcebispo, Santo Antonino de Florença manteve a vida austera que levava antes, não mudando em nada a sua maneira de viver. Por causa da sua sabedoria e grande conhecimento do Direito Canónico, todos vinham aconselhar-se com ele. Assim, ficou conhecido como Antonino dos Conselhos. Santo Antonino de Florença ganhou a estima e o amor do povo de Florença, principalmente pela sua energia e recursos empregados no combate aos efeitos da praga e do terramoto, em 1448 e 1453. Foram eles (habitantes de Florença) que começaram a usar a forma diminutiva do seu nome, que posteriormente veio a prevalecer.

Certo dia Santo Antonino de Florença recebeu um homem desesperado, pois tinha acabado de perder o seu filho único. Santo Antonino, que era filho único, entendeu o sofrimento daquele pai e começou a rezar. Em seguida disse ao homem: “Volta para tua casa, pois teu filho está te esperando!”.O homem voltou e encontrou seu filho vivo e bem, para o espanto de todos as testemunhas oculares, que viram o menino morto durante horas.

Quanto tinha 70 anos, Dom Antonino ficou doente e foi levado para a casa de campo de Santo Antonio Del Vescovo. Todos tentavam encorajá-lo, mas, ele disse: Fiat voluntas tua. (seja feita a vossa vontade). No dia 30de abril de 1469 fez um simples testamento pedindo para ser enterrado em Florença, na igreja de São Marcos, vindo a falecer na madrugada do dia 2 de maio de 1469.

Santo Antonino de Florença foi canonizado em 1523 pelo Papa Adriano VI.

Santo Antonino de Florença é padroeiro dos bons conselhos e é invocado contra a febre.

 

Santo Antonino de Florença rogai por nós!

Voltar

Autenticação

Registar

*
*
*
*
*
*

Fields marked with an asterisk (*) are required.

Liturgia

Secretariado Nacional de Liturgia

Agenda Litúrgica
  • Verde – Ofício da féria. Missa à escolha (cf. p. 19, n. 18). L 1 2 Cor 11, 18. 21b-30; Sal 33 (34), 2-3. 4-5. 6-7 Ev Mt 6, 19-23 * Na Congregação da Paixão de Jesus Cristo – Ofício e Missa votivos da Paixão.

Próximos Eventos

Não foram encontrados eventos

Santo do dia

Sáb. Jun. 19
São Gervásio e São Protásio
Sáb. Jun. 19
São Romualdo

Diocese do Algarve

Diocese do Algarve

Website Oficial da Diocese do Algarve
  • Obra pretende assinalar os 25 anos de ordenação sacerdotal do autor  A mais recente obra do padre Mário de Sousa, presbítero da Diocese do Algarve, intitulada «Dai-lhes vós de comer» (Mc 6,37), foi publicada, na passada sexta-feira, pelo Secretariado Nacional de Liturgia (SNL). O livro recolhe e partilha uma seleção de 12 escritos, que foram […]

  • No passado dia 5 deste mês realizou-se a celebração da bênção dos finalistas da Universidade do Algarve (UAlg) dos últimos dois anos letivos, tendo em conta que no último a mesma não foi possível fazer-se devido à pandemia. Inscreveram-se cerca de 800 estudantes para a participação condicionada à apresentação de um teste negativo à Covid-19. […]

  • Formação terá 18 disciplinas de frequência ‘online’ e 6 jornadas de participação presencial Depois do Curso Básico de Teologia para agentes de pastoral realizado entre 2015 e 2018, a diocese algarvia, através do seu Centro de Estudos e Formação de Leigos do Algarve (CEFLA), está a preparar uma nova edição daquela formação para decorrer entre […]

Horário de visitas da Igreja de S. Lourenço

Pode visitar a Igreja de S. Lourenço nos seguintes horários

 

De 15 de Abril a 15 de Outubro (Horário de Verão)

 Segunda-feira: 15h00 - 18h00

Terça-feira a Sábado: 10h00 - 13h00 e 15h00 - 18h00

 

De 16 de Outubro a 14 de Abril (Horário de Inverno)

Segunda-feira: 15h00 - 17h00

Terça-feira a Sábado: 10h00 - 13h00 e 15h00 - 17h00

 

 Ao Domingo encontra-se encerrada para visitas.

Entradas pagas

Visitas

Visitas
3945
Artigos
5
Favoritos web
18