Vida dos Santos

Calendário de Eventos

Ver por ano Ver por mês Ver por semana Ver hoje Pesquisar Ir para o mês

São Domingos Sávio

Quinta-feira, 06 Maio 2021por Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.Visualizações : 862

5Mar S. Domingos SávioSão Domingos Sávio nasceu a 2 de abril de 1842 em Riva presso Chieri, Turim (Itália) e faleceu a 9 de março de 1857 em em Mondonio di Castelnuovo d'Asti,Itália.

São Domingos Sávio era um dos três filhos de Carlos Sávio, ferreiro, e Brígida Agagliate, costureira. Uma família simples, mas rica na fé. Foi batizado como Domenico Joseph Savio (Domingos José Sávio).

São Domingos Sávio nasceu no seio duma família humilde, mas muito fervorosa. Por razões de trabalho, a família viu-se obrigada a mudar para Murialdo, nos arredores de Castelnuovo, onde o futuro santo assistia ao catecismo da paróquia. A sua memória privilegiada, o seu perfeito discernimento da substância e da grandeza do Sacramento da Eucaristia e o seu ardente desejo de receber Jesus sacramentado, levaram o pároco a autorizá-lo a fazer a Primeira Comunhão aos sete anos de idade, embora fosse costume nessa época esperar que as crianças chegassem aos onze anos. Já desde a mais tenra idade, São Domingos Sávio decidiu imitar fielmente Jesus Cristo, aproximando-se dele tanto quanto podia. Para servir à santa Missa, esperava o padre fora da igreja, mesmo debaixo de neve.

Movido pelo desejo de ser sacerdote, São Domingos Sávio ia estudar na escola de um povoado próximo, percorrendo diariamente vinte quilómetros a pé. Durante o percurso, para domar a curiosidade, olhava apenas para a estreita faixa da estrada rural, a tal ponto que nunca soube descrever os vilarejos e paisagens encontradas em seu caminho. São Domingos Sávio impunha-se essa mortificação porque queria resguardar os seus olhos de qualquer coisa feia, para com eles poder ver Jesus e Maria no Céu.

Não podendo continuar os estudos devido à precária situação financeira da família, São Domingos Sávio foi recomendado por um sacerdote amigo a Dom Bosco, o qual recebia no Oratório jovens de recursos escassos. A 2 de outubro de 1854, deu-se então o encontro de sua vida e São Domingos Sávio, então com 12 anos, encontra São João Bosco (http://www.paroquia-almancil.pt/utilidades/vida-dos-santos/icalrepeat.detail/2018/01/31/13699/-/s-jo%C3%A3o-bosco.html).

São Domingos Sávio pediu a Dom Bosco para ser admitido no Oratório de Valdocco, em Turim, porque desejava ardentemente estudar para ser padre. Dom Bosco, admirado, disse-lhe: “Parece-me que temos aqui um bom tecido”. Domingos respondeu: “Eu serei o tecido; o senhor então, seja o alfaiate”.

No Oratório, São Domingos Sávio destacou-se pela boa conduta e pelo sério cumprimento de todos os deveres. A saúde de seu corpo, porém, não acompanhava os ímpetos de sua zelosa alma. Em breve um preocupante esgotamento das forças físicas o obrigou a se afastar da escola, embora continuasse estudando no internato do Oratório.

Certo dia, Dom Bosco prometeu atender, dentro de suas possibilidades, qualquer pedido que lhe fosse feito pelos jovens do Oratório. Choveram pedidos de bombons e coisas do gênero. Diferente de todos, eis o de Domingos, escrito numa pequena folha de papel: “Peço-lhe que salve minha alma e me faça santo”.

Afável, sempre sereno e alegre, coloca grande empenho nos deveres de estudante e no serviço aos colegas, de todos as formas, ensinando-lhes o Catecismo, assistindo aos doentes, pacificando as brigas…

Em 8 de dezembro de 1854, proclamado o dogma da Imaculada por Pio IX, Domingos consagrou-se a Maria e começou a avançar rapidamente na santidade.

São Domingos Sávio granjeou a amizade de todos os seus colegas e em 1856 fundou entre os amigos do Oratório a “Companhia de Maria Imaculada”, que logo se tornou um primeiro viveiro de vocações sacerdotais para a Congregação Salesiana.

O único interesse de São Domingos Sávio era Deus e o modo como fazer com que os outros concentrassem as suas energias para servi-Lo melhor. Aquilo que lhe faltava a nível de força física, São Domingos Sávio recuperava em excelência moral, em fortaleza de coração e em aceitação da vontade de Deus, qualquer que esta fosse.

A primeira biografia da vida de São Domingos Sávio foi escrita pelo seu mestre, São João Bosco

São Domingos Sávio faleceu a 9 de março de 1857.

Foi canonizado pelo Papa Pio XII a 12 de junho de 1954.

 

São Domingos Sávio rogai por nós!

Voltar

Autenticação

Registar

*
*
*
*
*
*

Fields marked with an asterisk (*) are required.

Liturgia

Secretariado Nacional de Liturgia

Agenda Litúrgica
  • S. João de Ávila, presbítero e doutor da Igreja – MF Branco – Ofício da féria ou da memória. Missa da féria ou da memória, pf. pascal. L 1 At 16, 11-15; Sal 149, 1-2. 3-4. 5-6a e 9b Ev Jo 15, 26 – 16, 4a * Na Ordem Hospitaleira de S. João de Deus – S. João de Ávila, presbítero e doutor da Igreja, Diretor Espiritual de S. João de Deus – MO * Na Ordem de São Domingos – S. Antonino de Florença, bispo – MO * Na Congregação dos Sagrados Corações – S. Damião de Veuster, apóstolo dos leprosos – MO * Na Congregação da Missão e na Companhia das Filhas da Caridade – S. Luísa de Marillac, religiosa cofundadora – SOLENIDADE (transferida) * No Instituto das Filhas de Maria Auxiliadora – S. Maria Domingas Mazzarello, virgem, cofundadora do Instituto – SOLENIDADE (transferida)

Próximos Eventos

Não foram encontrados eventos

Diocese do Algarve

Diocese do Algarve

Website Oficial da Diocese do Algarve

Horário de visitas da Igreja de S. Lourenço

Pode visitar a Igreja de S. Lourenço nos seguintes horários

 

De 15 de Abril a 15 de Outubro (Horário de Verão)

 Segunda-feira: 15h00 - 18h00

Terça-feira a Sábado: 10h00 - 13h00 e 15h00 - 18h00

 

De 16 de Outubro a 14 de Abril (Horário de Inverno)

Segunda-feira: 15h00 - 17h00

Terça-feira a Sábado: 10h00 - 13h00 e 15h00 - 17h00

 

 Ao Domingo encontra-se encerrada para visitas.

Entradas pagas

Visitas

Visitas
3945
Artigos
5
Favoritos web
18