Vida dos Santos

Calendário de Eventos

Ver por ano Ver por mês Ver por semana Ver hoje Pesquisar Ir para o mês

São José Maria Rúbio

Terça-feira, 04 Maio 2021por Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.Visualizações : 586

4mai s. jose maria rubioSão José Maria Rúbio nasceu em 22 de julho de 1864 em Dalías, Almeria (Espanha) e faleceu a 2 de maio de 1929 em Aranjuez (Espanha).
Era filho dos fazendeiros Francisco Rúbio e Mercedes Peralta e o mais velho de treze irmãos.
São José Maria Rúbio começou por estudar na sua cidade natal, até que um tio seu que era Cónego o mandou estudar num Instituto de Bacharelato, mas descobrindo nele sinais de vocação sacerdotal, enviou-o depois para o Seminário diocesano de Almería. Lá, São José Maria Rúbio estudou ciências humanas e um ano de filosofia (1876-1879), outros quatro de filosofia e teologia em Granada (1879-1886), onde ele foi patrocinado e tutorado pelo professor Joaquin Torres Asensio. São José Maria Rúbio formou-se em teologia em 1896 e doutorou-se em direito canônico em 1897, na cidade de Toledo.
São José Maria Rúbio foi ordenado sacerdote a 24 de setembro de 1887 no Seminário diocesano da Imaculada Conceição e de São Dâmaso, de Madrid, tendo sido incardinado nesta diocese. São José Maria Rúbio celebrou a primeira missa a 8 de outubro de 1887 no altar da conversão de São Luís Gonzaga (http://www.paroquia-almancil.pt/utilidades/vida-dos-santos/icalrepeat.detail/2019/06/21/47858/-/s%C3%A3o-lu%C3%ADs-gonzaga.html) na Capela da Virgem do Bom Conselho, na Catedral de Santo Isidro.
São José Maria Rúbio trabalhou por três anos em Chinchón (1887-1889) e um ano em Estremera (1889-1890) e em ambas as vilas enquanto desenvolvia várias atividades de carácter diocesano, São José Maria Rúbio não deixava de atender as pessoas no confessionário, “dava” catequese e orientava as "escolas dominicais", ao mesmo tempo que se dedicava a acompanhar diversos grupos em necessidade espiritual.
São José Maria Rúbio ensinou também literatura latina, teologia pastoral e metafísica (1890-1894) num seminário em Madrid e teve outros cargos importantes na diocese.
No ano de 1904 São José Maria Rúbio fez uma peregrinação a Roma e à Terra Santa e deixou-se impressionar de modo especial pelos túmulos de São Pedro e São Paulo, pelo Santo Sepulcro e pelo Calvário.
Admirando de modo particular a Companhia de Jesus e chamando-se a si mesmo "Jesuíta por afeição", São José Maria Rúbio entrou no noviciado da Companhia de Jesus em Granada e fez os primeiros votos em 12 de outubro de 1908. São José Maria Rúbio foi depois trabalhar para Sevilha, onde desenvolveu grande atividade apostólica, de seguida, São José Maria Rúbio trabalhou por três anos em Manresa (Barcelona) regressando depois a Madrid onde emitiu os votos perpétuos a 2 de fevereiro de 1917.
Madrid foi o novo campo de apostolado de São José Maria Rúbio, sendo procurado por muita gente, que atraía pelas suas pregações, porque vivia o que pregava. O seu lema era: "Fazer o que Deus quer e querer o que Deus faz". Organizou e orientou diversas missões populares em Madrid. Quis fundar um instituto, "Os Discípulos de São João", mas foi impedido de o fazer, aceitando a proibição com estas palavras: "não procuro outra coisa além do cumprimento da santíssima vontade de Deus".
São José Maria Rúbio pressentiu a sua morte e despediu-se dos seus amigos. Debilitado na sua saúde pelo imenso trabalho realizado, foi transferido para Aranjuez, para aí repousar.
São José Maria Rúbio faleceu a 2 de maio de 1929, sentado em uma poltrona após ter mandado queimar as suas notas espirituais. Em Madrid, todos diziam: "morreu um santo".
São José Maria Rúbio foi canonizado a 4 de maio de 2003 pelo Papa João Paulo II.

 

São José Maria Rúbio rogai por nós!

Voltar

Autenticação

Registar

*
*
*
*
*
*

Fields marked with an asterisk (*) are required.

Liturgia

Secretariado Nacional de Liturgia

Agenda Litúrgica
  • S. João de Ávila, presbítero e doutor da Igreja – MF Branco – Ofício da féria ou da memória. Missa da féria ou da memória, pf. pascal. L 1 At 16, 11-15; Sal 149, 1-2. 3-4. 5-6a e 9b Ev Jo 15, 26 – 16, 4a * Na Ordem Hospitaleira de S. João de Deus – S. João de Ávila, presbítero e doutor da Igreja, Diretor Espiritual de S. João de Deus – MO * Na Ordem de São Domingos – S. Antonino de Florença, bispo – MO * Na Congregação dos Sagrados Corações – S. Damião de Veuster, apóstolo dos leprosos – MO * Na Congregação da Missão e na Companhia das Filhas da Caridade – S. Luísa de Marillac, religiosa cofundadora – SOLENIDADE (transferida) * No Instituto das Filhas de Maria Auxiliadora – S. Maria Domingas Mazzarello, virgem, cofundadora do Instituto – SOLENIDADE (transferida)

Próximos Eventos

Não foram encontrados eventos

Diocese do Algarve

Diocese do Algarve

Website Oficial da Diocese do Algarve

Horário de visitas da Igreja de S. Lourenço

Pode visitar a Igreja de S. Lourenço nos seguintes horários

 

De 15 de Abril a 15 de Outubro (Horário de Verão)

 Segunda-feira: 15h00 - 18h00

Terça-feira a Sábado: 10h00 - 13h00 e 15h00 - 18h00

 

De 16 de Outubro a 14 de Abril (Horário de Inverno)

Segunda-feira: 15h00 - 17h00

Terça-feira a Sábado: 10h00 - 13h00 e 15h00 - 17h00

 

 Ao Domingo encontra-se encerrada para visitas.

Entradas pagas

Visitas

Visitas
3945
Artigos
5
Favoritos web
18