Vida dos Santos

Calendário de Eventos

Mês anterior Dia anterior Dia seguinte
Ver por ano Ver por mês Ver por semana Ver hoje Pesquisar Ir para o mês

São Francisco Xavier

Quinta-feira, 03 Dezembro 2020por Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.Visualizações : 1119

3 12 S. Francisco Xavier

São Francisco Xavier nasceu a 7 de Abril de 1506 em Xavier (Espanha) e faleceu a 3 de Dezembro de 1552 em Sanchoão (China). Foi baptizado como Francisco de Jasso Azpilicueta Atondo y Aznáres. Era o filho mais novo de Juan de Jasso (ministro de Finanças da corte do Rei João III de Navarra) e de María Azpilcueta y Aznárez, senhora dos palácios e vilas de Azpilcueta e de Xavier, única herdeira de duas famílias nobres bascas de Navarra.

Em 1512, tropas castelhanas e aragonesas, comandadas por Fadrique Álvarez de Toledo, atacam o Reino de Navarra. A família de Francisco está do lado da resistência ao invasor estrangeiro, mas a conquista consolida-se em 1515, quando Francisco tem oito anos. Depois de uma tentativa de reconquista franco-navarra em 1516, a muralha, os portões e duas torres do castelo da família são destruídos, assim como o fosso que é tapado, a altura da torre de menagem reduzida para metade e as propriedades da família confiscadas. Só a residência da família dentro do castelo é poupada. Os irmãos de Francisco são encarcerados nas masmorras e condenados à morte, tendo, contudo, obtido uma amnistia e sido libertados.

Durante muito deste período conturbado, Francisco não se encontrava em casa. O pai de Francisco morrera quando este tinha apenas nove anos e sua mãe, querendo que o filho estudasse, procurara enviá-lo para a universidade. No entanto, apesar das boas universidades castelhanas, como a de Salamanca e a de Alcalá, a mãe de Francisco não desejara instruí-lo nas escolas do invasor, pelo que, aos catorze anos, o enviara para o Colégio de Santa Bárbara, em Paris.

No Colégio de Santa Bárbara, S. Francisco Xavier foi preparado para prestar provas de admissão à universidade, completando estudos em filosofia, literatura e humanidades. É ainda aqui, que aprende a dominar as línguas francesa, italiana e alemã. É lá que vive todo o período que passa em Paris, primeiro como aluno e mais tarde como professor de filosofia do Colégio de Beauvais.

Conhece Inácio de Loiola (http://www.paroquia-almancil.pt/utilidades/vida-dos-santos/icalrepeat.detail/2018/07/31/47528/-/s-in%C3%A1cio-de-loiola.html). No dia 15 de Agosto de 1534, Inácio de Loyola, junto com Francisco Xavier, Pedro Fabro, Alfonso Salmeron, Diego Laynez, Nicolau Bobedilla e Simão Rodrigues, fizeram votos de castidade e pobreza na Capela de Saint-Denis, em Montmartre, Paris, colocando-se a disposição do Papa, para serem enviados onde houver necessidade, fundando, ainda que sem saber, a Companhia de Jesus, congregação religiosa destinada ao ensino, à conversão e à caridade.

S. Francisco Xavier é ordenado padre a 24 de Junho de 1537, em Veneza (Itália). Mais tarde em Roma, S. Francisco de Xavier sente-se muito abalado pela conquista do Reino de Navarra pelo Reino de Castela. É nessa altura que Dom João III, Rei de Portugal, faz sucessivos apelos ao Papa Paulo III para que este lhe envie missionários para espalhar a fé cristã pelos territórios descobertos pelos portugueses. Dom João III é aconselhado entusiasticamente pelo director do Colégio de Santa Bárbara, Diogo de Gouveia, a chamar para os Reino de Portugal os jovens cultos e inteligentes da Companhia de Jesus e pede assim ao embaixador de Portugal em Roma que sonde o grupo. Inácio de Loiola escolhe Simão Rodrigues e Nicolau Bobadilla para essa missão, mas Bobadilla fica doente e Franciso é nomeado seu substituto chegando a Portugal em 1540.

S. Francisco de Xavier parte de Lisboa para a Índia no ano seguinte, a 7 de Abril, acompanhado de outros dois jesuítas. Em Agosto ancoraram junto da ilha de Moçambique. Devido a enorme quantidade de doentes de escorbuto na frota, que impediram a continuação regular da viagem, as naus permaneceram ali durante seis meses. S. Francisco dedicou o seu tempo ao auxílio e tratamento dos doentes. Tendo-se feito de novo ao mar, a nau voltou a aportar em Melinde, onde S. Francisco de Xavier conseguiu de imediato converter alguns africanos.

Finalmente a nau ancorou em Goa a 6 de Maio de 1542.

A 20 de Setembro de 1543, parte na sua primeira acção missionária para a costa a que os portugueses chamavam “Costa de Pescaria”, na costa este do Sul da Índia, a norte do Cabo Comorim, território dos paravás. Ficou a viver numa gruta nas rochas junto ao mar em Manapad, catequizando as crianças paravás intensivamente durante três meses. Em 1544 S. Francisco Xavier concentrou-se então em converter o rei de Travancore ao Cristianismo.

Sendo o primeiro jesuíta na Índia, Francisco cometeu alguns erros que levaram a que as suas missões não fossem melhor sucedidas. Não respeitando a religião hindu, não tentou fazer a transição desta para o Cristianismo de forma gradual, caindo na tentação de apostar em fazer uma conversão demasiado rápida e brusca. Também não tentou converter primeiro as classes altas para depois chegar aos pobres.  

Viajou para o Japão com Angiró, um japonês que se havia convertido depois de se confessar a S. Francisco Xavier, onde chegaram a 27 de Julho de 1549. S. Francisco Xavier teve um forte impacto no Japão, tendo sido o primeiro jesuíta a lá ir em missão.

Apesar da intensa actividade, S. Francisco Xavier acalentava o sonho de ir missionar na China, onde era proibida a entrada de estrangeiros. Parte a 14 de Abril de 1552, convencido de que conseguiria infiltrar-se secretamente e cativar chineses para o cristianismo. Desembarcou na ilha de Sanchoão e, quando se encontrava em negociações com um mercador chinês que prometera levá-lo consigo, foi atacado por febres violentas.

São Francisco Xavier morre a 3 de dezembro de 1552, numa humilde esteira de vimes, abraçado ao crucifixo que o velho amigo Inácio de Loiola, um dia, lhe tinha oferecido.

Foi beatificado pelo Papa Paulo V a 25 de Outubro de 1619 e canonizado pelo Papa Gregório XV, a 12 de Março de 1622, em simultâneo com Inácio de Loiola.

É padroeiro dos missionários.

 

 

S. Francisco Xavier rogai por nós!

Voltar

Autenticação

Registar

*
*
*
*
*
*

Fields marked with an asterisk (*) are required.

Liturgia

Secretariado Nacional de Liturgia

Agenda Litúrgica
  • Santa Maria no Sábado – MF Verde ou br. – Ofício da féria ou da memória. Missa à escolha (cf. p. 18, n. 18). L 1 1 Sam 9, 1-4. 17-19: 10, 1a; Sal 20 (21), 2-3. 4-5. 6-7 Ev Mc 2, 13-17 * Na Ordem de São Domingos – S. Margarida da Hungria, virgem – MO * 1º dia do Oitavário de Orações pela Unidade dos Cristãos. * I Vésp. do domingo – Compl. dep. I Vésp. dom.

Próximos Eventos

Não foram encontrados eventos

Diocese do Algarve

Diocese do Algarve

Website Oficial da Diocese do Algarve
  • A Diocese do Algarve divulga que o cantor hispano-luso e fadista Juan Santamaria vai cantar poemas de Santa Teresa de Jesus e cantos de Natal, pelas 18h00, deste domingo, no Mosteiro de Nossa Senhora Rainha do Mundo, no Patacão. Num comunicado enviado ontem, a diocese informa que Juan Santamaría une neste projeto a poesia dos …

  • Os cristãos católicos e greco-católicos, evangélicos, anglicanos, luteranos e ortodoxos residentes no Algarve vão voltar a rezar juntos, no dia 18 deste mês, pela unidade das suas Igrejas, associando-se assim à Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos que anualmente é celebrada, no hemisfério norte, entre 18 e 25 de janeiro. No Algarve, a iniciativa, …

  • O bispo do Algarve presidiu no passado dia 30 de dezembro à celebração do sacramento da confirmação de sete jovens na comunidade da Tôr, pertencente à paróquia de Querença, o que já não acontecia há quase 40 anos. A celebração, presidida por D. Manuel Quintas, teve lugar na igreja da aldeia da Tôr. O sacramento …

Ecclesia

Agência ECCLESIA

Agência de Informação
  • Começa hoje, 18 de janeiro, o Oitavário de Oração pela Unidade dos Cristãos,  que une milhões de pessoas de várias Igrejas até ao dia 25 de janeiro, e recorda este ano os migrantes e refugiados que são vítimas de naufrágios no Mediterrâneo. The post Ecumenismo: Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos evoca os «terrores» enfrentados pelos refugiados appeared first on Agência ECCLESIA.

  • Tony Neves, em Roma A Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos ocupa sempre mentes e corações de 18 a 25 de janeiro, embora tenha de ser ocupação e preocupação para as 52 semanas que o ano tem. O Conselho Pontifício para a Unidade dos Cristãos (entidade católica) e a Comissão Fé e Constituição do […] The post LUSOFONIAS – Benevolência fora do comum… appeared first on Agência ECCLESIA.

  • Jubileu vai decorrer até janeiro de 2021 Coimbra, 17 jan 2020 (Ecclesia) – A Família Franciscana Portuguesa assinalou os 800 anos dos Santos Mártires de Marrocos e da vocação de Santo António com uma peregrinação à Diocese de Coimbra, que guarda as relíquias destes frades no Mosteiro de Santa Cruz. “A Família Franciscana está em […] The post Portugal: Família Franciscana celebrou os 800 anos dos Mártires de Marrocos e da vocação de Santo António appeared first on Agência ECCLESIA.

Horário de visitas da Igreja de S. Lourenço

Pode visitar a Igreja de S. Lourenço nos seguintes horários

 

De 15 de Abril a 15 de Outubro (Horário de Verão)

 Segunda-feira: 15h00 - 18h00

Terça-feira a Sábado: 10h00 - 13h00 e 15h00 - 18h00

 

De 16 de Outubro a 14 de Abril (Horário de Inverno)

Segunda-feira: 15h00 - 17h00

Terça-feira a Sábado: 10h00 - 13h00 e 15h00 - 17h00

 

 Ao Domingo encontra-se encerrada para visitas.

Entradas pagas

Onde Estamos

Visitas

Visitas
3945
Artigos
3
Favoritos web
18