Vida dos Santos

Calendário de Eventos

Mês anterior Dia anterior Dia seguinte Próximo mês
Ver por ano Ver por mês Ver por semana Ver hoje Pesquisar Ir para o mês

Santa Maria Eufrásia Pelletier

Quarta-feira, 24 Abril 2019por Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.Visualizações : 1770

28Abr S. Maria Eufrasia PelletierSanta Maria Eufrásia Pelletier nasceu a 31 de julho de 1796 em Noirmoutier-en-l'Île (França) e faleceu a 24 de abril de 1868 em Angers (França). Santa Maria Eufrásia Pelletier era a última de oito filhos do piedoso e caritativo médico Juliano Pelletier e de Ana Amada Mourain. Foi batizada com o nome Rose-Virginie Pelletier

Santa Maria Eufrásia Pelletier quando criança ficava muito impressionada com a Fé profunda dos seus pais em plena Revolução Francesa. Desfrutava das belezas da sua ilha-prisão, mas o viver numa família carinhosa não ocultava o lado sério da vida: traficantes de escravos na costa, morte inesperada do pai quando tinha 10 anos, ida para um internado fora da ilha e a perda da sua mãe quando ainda era uma jovem. Santa Maria Eufrásia Pelletier foi educada pelas Ursulinas de Chavagne, e mais tarde frequentou o Instituto da Associação Cristã de Tours.

Na escola de Tours, Santa Maria Eufrásia Pelletier ouviu falar do Convento do Refúgio, pertencente a uma Congregação que São João Eudes havia fundado em 1641, para resgatar mulheres decaídas e proteger meninas e jovens órfãs. A Congregação chamava-se Instituto de Nossa Senhora da Caridade do Refúgio ou do Bom Pastor.

A santa sentiu-se atraída pela Congregação e entrou no noviciado em 1814. A 9 de setembro de 1817, fez os quatro votos de profissão de fé do Instituto, dos quais o quarto é dedicar-se com zelo à sal­vação das almas e adotou o nome de Maria de Santa Eufrásia. A Congregação, aprovada pelo Papa Alexandre VII, no ano de 1666, tinha-se desenvol­vido muito lentamente e passados mais de cem ano quando re­bentou a Revolução, contava apenas sete casas na França.As religiosas tinham-se disper­sado ou partiram para o exterior, esperando que a tormenta findasse. A casa de Tours, aquela na qual Santa Maria Eufrásia Pelletier tinha entrado, reabriu em 1806. A comunidade era pouco numerosa e, salvo algumas noviças, compunha-se de religiosas prematuramente gastas pelos horrores por que tinham passado. Foi a este corpo edificante e fraco ao mesmo tempo, que a Irmã Maria de Santa Eufrásia trouxe o vigor da sua juventude. A diretora culti­vava-a com um cuidado particular e por vezes deixava escapar a sua admiração, dizendo: “Ela fará um dia grandes coisas”. Enquanto noviça Santa Maria Eufrásia Pelletier distinguia-se por uma grande candura e uma perfeita sim­plicidade aliada a uma certa madu­reza de juízo tão rara nessa idade. Especializou-se na virtude de obe­diência.

Durante algum tempo a jovem professora exerceu o cargo de mes­tra das penitentes. A jovem Santa Maria Eufrásia Pelletier tinha também “cora­ção”, e nisto estava o seu segredo.

Santa Maria Eufrásia Pelletier compreendera o quão penoso era para muitas jovens entrar para o Refúgio, e encontrar-se diante de mestras contra as quais sentiam antipatia ou tinham preconceitos. Esforçava-se por isso em ser muito amável com as recém-chegadas, ro­deando-as de atenções que mostra­vam às jovens que as respeitava apesar dos seus defeitos. Santa Maria Eufrásia Pelletier cedo aprendeu que as feridas da alma de­vem ser tratadas com tanta delica­deza como as chagas do corpo. Nunca fazia alusão à vida passa­da das suas protegidas. E nunca fa­lava dos seus desvarios. Pelo con­trário, desejava vê-las tratadas com essa cortesia que tem tanto poder sobre corações muitas vezes endure­cidos.

Em 1825 era necessário eleger uma nova Superiora. A Irmã Ma­ria de Santa Eufrásia contava então 29 anos de idade, onze anos, portan­to menos do que era necessário pa­ra ser escolhida, segundo as regras da Ordem. Contudo foi eleita superiora por unanimidade de votos e obteve dis­pensa de idade pela autoridade eclesiástica.

Um dos primeiros atos de Santa Maria Eufrásia como superiora foi criar a fundação das Ma­dalenas. Seriam estas almas recon­quistadas, desejosas de consagrar a vida à oração e à penitência. Pela regra de São João Eudes não po­deriam vestir o hábito branco de Nossa Senhora da Caridade. Por outro lado, era difícil obter a sua admissão noutras comunidades. Santa Maria Eufrásia Pelletier di­rigiu-se então às Carmelitas que, com grande caridade, lhe enviaram a sua regra e o seu hábito. A nova obra foi tão singularmen­te abençoada por Deus, que a fun­dadora teria podido dizer com toda a verdade: “As Madalenas longe de serem a minha cruz, são e serão sempre a minha bela coroa”.

Em 31 de julho de 1829 foi fun­dada a casa de Angers, que tomou o nome de “Convento do Bom Pastor”, e dois anos depois Madre Pelle­tier veio a ser sua superiora. A fundação desta casa realizou-se à custa de invulgares sacrifícios de toda espécie.

Desde a origem do Refúgio cada casa era independente. A Revolução e a necessidade que Santa Maria Eufrásia Pelletier impôs, de tudo recomeçar, oferecia ocasião fa­vorável para modificar as consti­tuições, e moldá-las às exigências e necessidades da época.

Santa Maria Eufrásia Pelletier desejava que houvesse um Generalato (dignidade de uma ordem religiosa), como o tinham os Jesuítas e as religiosas do Sagrado Coração; uma Casa-Mãe para a formação das noviças; e que se estabelecessem relações mútuas entre Angers e as ca­sas até então por ela fundadas.

A ideia do Generalato encontrou for­te oposição e foi necessário enviar o caso para Roma. As mudanças propostas pela Santa Maria Eufrásia Pelletier foram apresentadas à assembleia dos Cardeais, que as aprovou tendo o Papa Gregório XVI mandado expedir o relativo-Breve apostólico, a 3 de abril de 1835. No momento em que os cardeais, reunidos em Roma, votaram por unanimidade o Generalato, o gran­de sino do Convento de Angers fez-se ouvir por três vezes, duma ma­neira misteriosa sem que ninguém o tivesse tocado. Estava fundada a Ordem de Nossa Senhora do Bom Pastor, da qual se tornou a superiora geral até o fim da vida.

Daí em diante as casas fundadas em França multiplicaram-se de um mo­do surpreendente. Ao Convento de Angers afluíram postulantes com aptidões desejadas. O próprio nome de “Bom Pastor” — nome que daí para o futuro era dado a todas as fundações da Madre Pelletier, parecia exercer uma misteriosa atração nos corações, abrasados de amor de Deus e do próximo. Já em 1838, a convite insistente do Cardeal Odes­calchi fundou-se uma casa em Roma. Santa Maria Eufrásia Pelletier fundou 111 Casas, mais do que todos os fundadores de ordens da Igreja. Teve a grande satisfação de abrir casas na Inglaterra, na Irlanda, na Áustria.

Santa Maria Eufrásia Pelletier faleceu a 24 de abril de 1868 em Angers.

Santa Maria Eufrásia Pelletier foi canonizada a 2 de maio de 1940 pelo Papa Pio XII.

 

Santa Maria Eufrásia Pelletier rogai por nós! 

Voltar

Autenticação

Registar

*
*
*
*
*
*

Fields marked with an asterisk (*) are required.

Liturgia

Secretariado Nacional de Liturgia

Agenda Litúrgica
  • S. Beda Venerável, presbítero e doutor da Igreja – MF S. Gregório VII, papa – MF S. Maria Madalena de Pazzi, virgem – MF Branco – Ofício da féria ou da memória. Missa da féria ou da memória, pf. pascal. L 1 Act 16, 1-10; Sal 99 (100), 2. 3. 5 Ev Jo 15, 18-21 * Na Ordem Beneditina – S. Beda Venerável – MO * Na Ordem Carmelita e na Ordem dos Carmelitas Descalços – S. Maria Madalena de Pazzi, virgem – FESTA e MO * Na Congregação das Religiosas de Maria Imaculada – S. Vicenta Maria, Fundadora da Congregação – SOLENIDADE * Na Congregação Salesiana (Mogofores) – Aniversário da Dedicação da igreja de Nossa Senhora Auxiliadora – SOLENIDADE * I Vésp. do domingo – Compl. dep. I Vésp. dom.

Próximos Eventos

Não foram encontrados eventos

Santo do dia

Sáb. maio 25
Santa Maria Madalena de Pazzi
Sáb. maio 25
Santa Maria Madalena de Pazzi
Sáb. maio 25
São Beda
Sáb. maio 25
São Gregório VII
Sáb. maio 25
São Vicente Maria
Sáb. maio 25
São Vicente Maria
Dom. maio 26
João Calvino
Dom. maio 26
Santa Mariana de Quito
Dom. maio 26
Santa Vicenta Maria
Dom. maio 26
São Filipe Néri

Diocese do Algarve

Diocese do Algarve

Website Oficial da Diocese do Algarve

Ecclesia

Agência ECCLESIA

Agência de Informação
  • Audiência com participantes do Encontro internacional “Sim à vida” gerou discurso para famílias e médicos Cidade do Vaticano, 25 mai 2019 (Ecclesia) –  O Papa Francisco recebeu, este sábado, os participantes do Encontro Internacional “Sim à vida” e apontou que o “aborto nunca é a resposta ideal que as mulheres e famílias procuram”. “A vida […] The post Vaticano: «O aborto nunca é a resposta ideal» – Papa Francisco appeared first on Agência ECCLESIA.

  • Na mensagem cristã, o essencial é Cristo Na liturgia deste sexto domingo do tempo pascal sobressai a promessa de Jesus de acompanhar de forma permanente a caminhada da sua comunidade em marcha pela história: não estamos sozinhos; Jesus ressuscitado vai sempre ao nosso lado. Nessa centralidade em Cristo, sabe bem acolher a Palavra de Deus […] The post Ano C – 6.º Domingo do Tempo Pascal appeared first on Agência ECCLESIA.

  • Santuário diocesano celebra 60.º aniversário em festa nestes dias Ponta Delgada, 25 mai 2019 (Ecclesia) – D. João Lavrador presidiu à abertura das festas do Senhor Santo Cristo, na Ilha de São Miguel, e desafiou os “peregrinos a imitarem madre Teresa da Anunciada”, a impulsionadora deste culto. “Ela não o deixou atrás das grades, lá […] The post Açores: Bispo desafiou os peregrinos a imitarem a impulsionadora do culto ao Senhor Santo Cristo appeared first on Agência ECCLESIA.

Horário de visitas da Igreja de S. Lourenço

Pode visitar a Igreja de S. Lourenço nos seguintes horários

 

De 15 de Abril a 15 de Outubro (Horário de Verão)

 Segunda-feira: 15h00 - 18h00

Terça-feira a Sábado: 10h00 - 13h00 e 15h00 - 18h00

 

De 16 de Outubro a 14 de Abril (Horário de Inverno)

Segunda-feira: 15h00 - 17h00

Terça-feira a Sábado: 10h00 - 13h00 e 15h00 - 17h00

 

 Ao Domingo encontra-se encerrada para visitas.

Entradas pagas

Onde Estamos

Visitas

Visitas
3945
Artigos
2
Favoritos web
18