Vida dos Santos

Calendário de Eventos

Mês anterior Dia anterior Dia seguinte Próximo mês
Ver por ano Ver por mês Ver por semana Ver hoje Pesquisar Ir para o mês

Santa Gema Galgani

Quarta-feira, 16 Maio 2018por Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.Visualizações : 226

16mai s. gema galganiSanta Gema Galgani nasceu a 12 de março de 1878 em Camigliano (Lucca, Itália) e faleceu a 11 de abril de 1903 em Lucca (Itália). Foi batizada como Gema Maria Humberta Pia Galgani e era filha de Erico Galgani, um próspero químico e descendente do Beato João Leonardi. A mãe de Gema era também de origem nobre. Os Galgani eram uma família católica tradicional que foi abençoada com oito filhos.

Santa Gema Galgani foi a quinta a nascer e a primeira menina da família. Ainda criança Santa Gema Galgani, desenvolveu uma atração irresistível pela oração. Esse carinho pela oração lhe veio de sua piedosa mãe, que lhe ensinou as verdades da Fé da Igreja Católica.

Certo dia, quando Santa Gema Galgani tinha tendo apenas quatro anos de idade, ajoelhou-se diante de um quadro do Coração de Maria na casa da avó paterna. Com as mãozinhas postas, ficou absorta rezando. A avó, passando pelo aposento, ficou encantada com o espetáculo, e correu a chamar o seu filho para que também o visse. Este, depois de ter contemplado detidamente aquela oração, interrompeu a pequena santa:

 — Gema, o que está fazendo? Perguntou-lhe.

 Como quem sai de um êxtase, a menina olhou-o e respondeu com a maior seriedade:

— Estou rezando a Ave-Maria. Saia, que estou em oração.

Com cinco anos, Santa Gema Galgani lia o Ofício de Nossa Senhora e o Ofício dos Defuntos no Breviário com tanta facilidade e rapidez quanto um adulto.

A mãe de Santa Gema Galgani morreu quando este tinha sete anos. Como fizeram outros santos, Santa Gema Galgani pediu à Santíssima Virgem que a substituísse. A partir daí, sua devoção à Mãe de Deus tornou-se mais terna. Ela a invocava sempre com o carinhoso apelativo de “mamãe”.

Algumas fontes referem que após a morte da mãe, Santa Gema Galgani assumiu os trabalhos domésticos, outras que nos parecem mais fidedignas afirmam que com a morte da mãe, Santa Gema Galgani foi enviada pelo pai para um semi-internato católico em Lucca, dirigido pelas Irmãs de Santa Zita.

No dia 20 de junho de 1887 e quando Santa Gema Galgani tinha nove anos fez a primeira comunhão (o que era mais cedo do que de costume). Era o dia da festa do Sagrado Coração de Jesus.

O pai de Santa Gema Galgani morre no ano de 1897 e como consequência de sua extrema generosidade, da falta de escrúpulos dos seus interlocutores nos negócios e problemas com credores, os filhos foram deixados sem nada e não tinham sequer meios de sobreviver.

Então Santa Gema Galgani entrou para a casa de Mateo Giannini como serviçal doméstica. Ela desejava entrar para o convento das passionistas em Lucca, no qual o seu conselheiro espiritual era o diretor, mas foi rejeitada devido sua fragilidade física, saúde precária. Gema desenvolveu uma curvatura na espinha, uma meningite deixou-a temporariamente surda, grandes abscessos formaram-se na sua cabeça, os seus cabelos caíram e teve paralisia nos membros. Um médico foi chamado e tentou vários remédios, mas de nada adiantou.

Santa Gema Galgani era devota de São Gabriel de Nossa Senhora das Dores (http://www.paroquia-almancil.pt/utilidades/vida-dos-santos/icalrepeat.detail/2018/02/27/56958/-/s%C3%A3o-gabriel-de-nossa-senhora-das-dores.html) e enquanto estava acamada leu a história da sua vida.

Santa Gema Galgani, agora com 20 anos, estava aparentemente em seu leito de morte. Foi-lhe sugerida uma novena como a única chance de cura. Dia 23 de fevereiro de 1899, à meia-noite, ela ouviu o chocalhar de um rosário e deu-se conta de que São Gabriel de Nossa Senhora das Dores estava com ela e ter-lhe-á dito:

“Queres ficar curada? Reza com fé toda noite ao Sagrado Coração de Jesus. Eu virei a ti até a novena terminar, e rezarei contigo a este Sacratíssimo Coração”.

Na primeira sexta-feira de março a novena terminava. A graça tinha sido concedida e Santa Gema Galgani estava curada.

A 8 de junho de 1899, depois de receber a comunhão, Nosso Senhor deu a conhecer à Sua serva que Ele lhe daria uma graça muito grande. Santa Gema Galgani voltou para casa e rezou. Pouco depois entrou em êxtase e sentiu um grande remorso por seus pecados. A Mãe Santíssima, de quem Santa Gema era extremamente devota, apareceu-lhe e logo de seguida apareceu também Jesus e Santa Gema Galgani recebeu os estigmas de Cristo (marcas físicas no corpo mas com origem espiritual).

Muitas pessoas, incluindo respeitosos membros da Igreja, testemunharam este milagre dos estigmas, que se repetiu praticamente até o fim da vida de Santa Gema Galgani.

Santa Gema Galgani faleceu a 11 de abril de 1803.

Foi canonizada a 2 de março de 1940.

Santa Gema Galgani rogai por nós!

Voltar

Autenticação

Registar

*
*
*
*
*
*

Fields marked with an asterisk (*) are required.

Liturgia

Secretariado Nacional de Liturgia

Agenda Litúrgica
  • Verde – Ofício da féria. Missa à escolha (cf. p. 18, n. 18). L 1 Prov 21, 1-6. 10-13; Sal 118 (119), 1 e 27. 30 e 34. 35 e 44 Ev Lc 8, 19-21 * Na Ordem dos Carmelitas Descalços – B. Josefa Naval Girbés, virgem secular – MF

Próximos Eventos

Não foram encontrados eventos

Diocese do Algarve

Diocese do Algarve

Website Oficial da Diocese do Algarve

Ecclesia

Agência ECCLESIA

Agência de Informação
  • Mensagem de Marcelo Rebelo de Sousa deixa «recomendações e alertas societais» Coimbra, 24 set 2018 (Ecclesia) – O presidente da República Portuguesa enviou uma “mensagem de apoio” á Cáritas Diocese de Coimbra, no âmbito da Rede Temática SHAFE da Comissão Europeia, com “várias recomendações de trabalho e alertas societais” “O desafio que é lançado através do […]

  • Faro, 24 set 2018 (Ecclesia) – A Diocese do Algarve apresentou este sábado as linhas programáticas para 2018/2019, sob o tema “Celebrar a família – Ser Igreja Missionária”, no segundo ano do programa trienal. A Assembleia Diocesana reuniu cerca de 460 representantes das paróquias, dos serviços e movimentos da igreja algarvia no salão paroquial de […]

  • Dirigentes «entusiasmados» para dar início às atividades diocesanas Portalegre, 24 set 2018 (Ecclesia) – O Movimento dos Cursos Cristandade, na Diocese de Portalegre-Castelo Branco, começou o novo ano pastoral 2018/2019 no ‘Encontro Nacional de Dirigentes’ do movimento, e já calendarizou as primeiras reuniões e ultreias. Num comunicado enviado à Agência ECCLESIA, o movimento realça que […]

Horário de visitas da Igreja de S. Lourenço

Pode visitar a Igreja de S. Lourenço nos seguintes horários

 

De 15 de Abril a 15 de Outubro (Horário de Verão)

 Segunda-feira: 15h00 - 18h00

Terça-feira a Sábado: 10h00 - 13h00 e 15h00 - 18h00

 

De 16 de Outubro a 14 de Abril (Horário de Inverno)

Segunda-feira: 15h00 - 17h00

Terça-feira a Sábado: 10h00 - 13h00 e 15h00 - 17h00

 

 Ao Domingo encontra-se encerrada para visitas.

Entradas pagas

Onde Estamos

Visitas

Visitas
3945
Artigos
2
Favoritos web
18