Vida dos Santos

Calendário de Eventos

Mês anterior Dia anterior Dia seguinte Próximo mês
Ver por ano Ver por mês Ver por semana Ver hoje Pesquisar Ir para o mês

Santo André Bobola

Quarta-feira, 16 Maio 2018por Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.Visualizações : 157

16mai s. andré bobolaSanto André Bobola nasceu a 30 de novembro de 1591 em Sandomir (Polónia) e faleceu a 16 de maio de 1657 em Janow (Lituânia).

Santo André Bobola estudou no colégio jesuíta da sua cidade natal, e era apontado pelos mestres como modelo para os outros estudantes. Aos 21 anos entrou para a Companhia de Jesus em Wilna. Fez profissão religiosa, sendo depois encarregado da educação da juventude em vários colégios jesuítas, conquistando os alunos pela sua amabilidade e bondade.

Santo André Bobola era corpulento, mas de baixa estatura. O seu ar nobre, afável e piedoso atraía as pessoas.

Santo André Bobola fez a sua profissão solene no dia 2 de junho de 1630, e tornou-se superior da residência dos jesuítas em Bobruisk. Seis anos mais tarde, em 1636 Santo André Bobola demitiu-se do cargo de superior, para se dedicar exclusivamente às missões.

Nessa altura os cossacos (povo da Ucrânia), os russos e os tártaros devastavam a Polónia, e a fé católica era objeto dos ataques simultâneos de protestantes e cismáticos (sacerdotes que se haviam separado da igreja). Muitos foram os católicos que foram expulsos das suas casas e levados em cativeiro. Era uma época muito difícil para o apostolado, entretanto o intrépido Pe. Bobola não se detinha diante dessas dificuldades.

Quando Santo André Bobola começou o seu apostolado em Janow, havia apenas dois católicos na cidade, mas quando o santo morreu praticamente toda a cidade tinha voltado à verdadeira fé. Mesmo os fiéis da Igreja Ortodoxa russa, cismática, não podiam resistir à sua pregação, e se convertiam em grande número à verdadeira Igreja.

Os sacerdotes cismáticos, não podendo segurar esses fiéis em suas fileiras, voltavam contra Santo André Bobola todo o seu ódio. E davam dinheiro a desclassificados para atacarem-no com injúrias e maus tratos. Como isso não adiantasse, reuniram crianças de rua para esperaram que Santo André Bobola saísse de casa e o acompanhassem atirando-lhe os objetos mais vis, em meio a tremenda algazarra. Quando o santo ia visitar um enfermo, esperavam-no do lado de fora, gritando contra ele os mais injuriosos epítetos. O mesmo faziam quando Santo André Bobola ia pregar. E assim procuravam tornar sua vida impossível. Santo André Bobola permanecia imperturbável diante de tanta injúria, e demonstrava para com essas crianças bondade, uma paz de coração e desejo de fazer-lhes bem.

Os sacerdotes cismáticos ao verem que nada demovia Santo André Bobola decidiram matá-lo. Para tal chamaram os cossacos, que haviam invadido a Polónia.

No dia 16 de maio de 1657, véspera da Ascensão de Nosso Senhor, Santo André Bobola estava na pequena cidade de Perezdyle, onde fora pregar em preparação para a festa do dia seguinte. À notícia da aproximação dos cossacos, os fiéis pressionaram o santo para que fugisse, contudo dois dos cossacos alcançaram-no, despiram-no, amarraram-no a uma árvore e golpearam santo André Bobola

Depois levaram Santo André Bobola até aos chefes, que quiseram de todos os modos obter a apostasia do santo. Como Santo André Bobola permaneceu firme na fé, ataram-no a um poste e flagelaram-no impiedosamente durante largo tempo. Em seguida aplicaram-lhe em redor da cabeça dois galhos de um arbusto e apertaram-nos por meio de torções e contorções, provocando dores atrozes no santo. Depois arrancaram a pele das mãos de Santo André Bobola, deixando-as em carne viva. Ainda não satisfeitos e como Santo André Bobola não negava a fé em Jesus Cristo, ligaram-no às selas de dois cavaleiros e obrigaram-no a segui-los até Janow. Como ele não andava com a velocidade desejada pelos cossacos, deram-lhe vários golpes, ficando o santo com duas profundas feridas nos braços.

À entrada de Janow havia uma pequena casa destinada ao matadouro público. Ali levaram Santo André Bobola, amarraram-no a um banco, e com tochas foram-lhe queimando a fogo lento os lados e o peito. Depois disso continuaram a martirizar o santo, arrancando-lhe dedos, a língua e um olho. No fim da enorme tortura que Santo André Bobola sofreu uma luz sobrenatural apareceu sobre Janow, e os cossacos fugiram com medo.

Santo André Bobola foi canonizado em 17 de abril de 1938 pelo Papa Pio XI.

 

Santo André Bobola rogai por nós!

Voltar

Autenticação

Registar

*
*
*
*
*
*

Fields marked with an asterisk (*) are required.

Liturgia

Secretariado Nacional de Liturgia

Agenda Litúrgica
  • S. Apolinário, bispo e mártir – MF Verde ou verm. – Ofício da féria ou da memória. Missa à escolha (cf. p. 18, n. 18). L 1 Is 38, 1-6. 21-22. 7-8; Sal Is 38, 10-11. 12abcd. 16-17ab Ev Mt 12, 1-8 * Na Ordem Carmelita – S. Elias, profeta e pai da Ordem – SOLENIDADE * Na Ordem dos Carmelitas Descalços – S. Elias, profeta e inspirador da Ordem – FESTA

Próximos Eventos

Não foram encontrados eventos

Santo do dia

Sáb. Jul. 21
São Lourenço de Brindes

Diocese do Algarve

Diocese do Algarve

Website Oficial da Diocese do Algarve
  • A Ordem Terceira de Nossa Senhora do Monte do Carmo de Faro promoveu entre 6 e 16 deste mês as celebrações em honra da padroeira. O programa de festas teve início no dia 6, na igreja de Nossa Senhora do Carmo com o concerto dedicado ao culto mariano com a participação do barítono Rui Baeta, …

  • O cardeal-patriarca de Lisboa nomeou ontem o padre António Manuel Martins, sacerdote da Diocese do Algarve e professor na Universidade Católica Portuguesa, como capelão da igreja de Nossa Senhora da Bonança, ao Rato. D. Manuel Clemente presidirá no próximo domingo, 22 de julho, à eucaristia de tomada de posse do padre António Manuel Martins que …

  • Terminou este mês o Curso Básico de Teologia para agentes de pastoral iniciado em 2015, promovido nas instalações da paróquia de Ferreiras pela diocese algarvia, através do seu Centro de Estudos e Formação de Leigos do Algarve (CEFLA). O curso teve início em outubro daquele ano com 101 participantes, prosseguiu no segundo ano letivo com …

Ecclesia

Agência ECCLESIA

Agência de Informação

Horário de visitas da Igreja de S. Lourenço

Pode visitar a Igreja de S. Lourenço nos seguintes horários

 

De 15 de Abril a 15 de Outubro (Horário de Verão)

 Segunda-feira: 15h00 - 18h00

Terça-feira a Sábado: 10h00 - 13h00 e 15h00 - 18h00

 

De 16 de Outubro a 14 de Abril (Horário de Inverno)

Segunda-feira: 15h00 - 17h00

Terça-feira a Sábado: 10h00 - 13h00 e 15h00 - 17h00

 

 Ao Domingo encontra-se encerrada para visitas.

Entradas pagas

Onde Estamos

Visitas

Visitas
3945
Artigos
2
Favoritos web
18