Vida dos Santos

Calendário de Eventos

Mês anterior Dia anterior Dia seguinte Próximo mês
Ver por ano Ver por mês Ver por semana Ver hoje Pesquisar Ir para o mês

Santo André Bobola

Quarta-feira, 16 Maio 2018por Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.Visualizações : 70

16mai s. andré bobolaSanto André Bobola nasceu a 30 de novembro de 1591 em Sandomir (Polónia) e faleceu a 16 de maio de 1657 em Janow (Lituânia).

Santo André Bobola estudou no colégio jesuíta da sua cidade natal, e era apontado pelos mestres como modelo para os outros estudantes. Aos 21 anos entrou para a Companhia de Jesus em Wilna. Fez profissão religiosa, sendo depois encarregado da educação da juventude em vários colégios jesuítas, conquistando os alunos pela sua amabilidade e bondade.

Santo André Bobola era corpulento, mas de baixa estatura. O seu ar nobre, afável e piedoso atraía as pessoas.

Santo André Bobola fez a sua profissão solene no dia 2 de junho de 1630, e tornou-se superior da residência dos jesuítas em Bobruisk. Seis anos mais tarde, em 1636 Santo André Bobola demitiu-se do cargo de superior, para se dedicar exclusivamente às missões.

Nessa altura os cossacos (povo da Ucrânia), os russos e os tártaros devastavam a Polónia, e a fé católica era objeto dos ataques simultâneos de protestantes e cismáticos (sacerdotes que se haviam separado da igreja). Muitos foram os católicos que foram expulsos das suas casas e levados em cativeiro. Era uma época muito difícil para o apostolado, entretanto o intrépido Pe. Bobola não se detinha diante dessas dificuldades.

Quando Santo André Bobola começou o seu apostolado em Janow, havia apenas dois católicos na cidade, mas quando o santo morreu praticamente toda a cidade tinha voltado à verdadeira fé. Mesmo os fiéis da Igreja Ortodoxa russa, cismática, não podiam resistir à sua pregação, e se convertiam em grande número à verdadeira Igreja.

Os sacerdotes cismáticos, não podendo segurar esses fiéis em suas fileiras, voltavam contra Santo André Bobola todo o seu ódio. E davam dinheiro a desclassificados para atacarem-no com injúrias e maus tratos. Como isso não adiantasse, reuniram crianças de rua para esperaram que Santo André Bobola saísse de casa e o acompanhassem atirando-lhe os objetos mais vis, em meio a tremenda algazarra. Quando o santo ia visitar um enfermo, esperavam-no do lado de fora, gritando contra ele os mais injuriosos epítetos. O mesmo faziam quando Santo André Bobola ia pregar. E assim procuravam tornar sua vida impossível. Santo André Bobola permanecia imperturbável diante de tanta injúria, e demonstrava para com essas crianças bondade, uma paz de coração e desejo de fazer-lhes bem.

Os sacerdotes cismáticos ao verem que nada demovia Santo André Bobola decidiram matá-lo. Para tal chamaram os cossacos, que haviam invadido a Polónia.

No dia 16 de maio de 1657, véspera da Ascensão de Nosso Senhor, Santo André Bobola estava na pequena cidade de Perezdyle, onde fora pregar em preparação para a festa do dia seguinte. À notícia da aproximação dos cossacos, os fiéis pressionaram o santo para que fugisse, contudo dois dos cossacos alcançaram-no, despiram-no, amarraram-no a uma árvore e golpearam santo André Bobola

Depois levaram Santo André Bobola até aos chefes, que quiseram de todos os modos obter a apostasia do santo. Como Santo André Bobola permaneceu firme na fé, ataram-no a um poste e flagelaram-no impiedosamente durante largo tempo. Em seguida aplicaram-lhe em redor da cabeça dois galhos de um arbusto e apertaram-nos por meio de torções e contorções, provocando dores atrozes no santo. Depois arrancaram a pele das mãos de Santo André Bobola, deixando-as em carne viva. Ainda não satisfeitos e como Santo André Bobola não negava a fé em Jesus Cristo, ligaram-no às selas de dois cavaleiros e obrigaram-no a segui-los até Janow. Como ele não andava com a velocidade desejada pelos cossacos, deram-lhe vários golpes, ficando o santo com duas profundas feridas nos braços.

À entrada de Janow havia uma pequena casa destinada ao matadouro público. Ali levaram Santo André Bobola, amarraram-no a um banco, e com tochas foram-lhe queimando a fogo lento os lados e o peito. Depois disso continuaram a martirizar o santo, arrancando-lhe dedos, a língua e um olho. No fim da enorme tortura que Santo André Bobola sofreu uma luz sobrenatural apareceu sobre Janow, e os cossacos fugiram com medo.

Santo André Bobola foi canonizado em 17 de abril de 1938 pelo Papa Pio XI.

 

Santo André Bobola rogai por nós!

Voltar

Autenticação

Registar

*
*
*
*
*
*

Fields marked with an asterisk (*) are required.

Liturgia

Secretariado Nacional de Liturgia

Agenda Litúrgica
  • S. Beda Venerável, presbítero e doutor da Igreja – MF S. Gregório VII, papa – MF S. Maria Madalena de Pazzi, virgem – MF Verde ou br. – Ofício da féria ou da memória. Missa à escolha (cf. p. 18, n. 18). L 1 Tg 5, 9-12; Sal 102 (103), 1-2. 3-4. 8-9. 11-12 Ev Mc 10, 1-12 * Na Ordem Beneditina – S. Beda Venerável – MO * Na Ordem Carmelita e na Ordem dos Carmelitas Descalços – S. Maria Madalena de Pazzi, virgem – FESTA e MO * Na Congregação das Religiosas de Maria Imaculada – S. Vicenta Maria, Fundadora da Congregação – SOLENIDADE * Na Congregação Salesiana (Mogofores) – Aniversário da Dedicação da igreja de Nossa Senhora Auxiliadora – SOLENIDADE

Próximos Eventos

Não foram encontrados eventos

Santo do dia

Sex. maio 25
Santa Maria Madalena de Pazzi
Sex. maio 25
Santa Maria Madalena de Pazzi
Sex. maio 25
São Beda
Sex. maio 25
São Gregório VII
Sex. maio 25
São Vicente Maria
Sex. maio 25
São Vicente Maria
Sáb. maio 26
João Calvino
Sáb. maio 26
Santa Mariana de Quito
Sáb. maio 26
Santa Vicenta Maria
Sáb. maio 26
São Filipe Néri

Diocese do Algarve

Diocese do Algarve

Website Oficial da Diocese do Algarve
  • A jornalista Aura Miguel identifica claramente os três últimos papas com cada uma das virtudes teologais. “Gosto de olhar para João Paulo II como o papa da esperança, para o papa Bento como o papa da fé e para o papa Francisco como o papa da caridade”, disse a vaticanista, que trabalha desde 1985 para …

  • O bispo do Algarve lembrou ontem à noite na Sé de Faro a certeza que o papa Francisco recordou em Fátima, em maio do ano passado, aquando da celebração do centenário das aparições. “Deixemos ecoar, mais uma vez, dentro de nós essa grande certeza que o papa Francisco nos recordou em Fátima: Temos Mãe!”, pediu …

  • A Diocese do Algarve, através do seu Secretariado da Pastoral Escolar, promoveu na última sexta-feira o I Encontro Diocesano de Educação Moral e Religiosa Católica (EMRC) para os alunos do 1º ciclo de escolaridade de todas as escolas algarvias. A iniciativa, que teve lugar no Parque de Vale Faro, em Albufeira, sob o tema “Vem …

Ecclesia

Agência ECCLESIA

Agência de Informação
  • Religiosos lamentam «debate insuficiente» na sociedade   Lisboa, 24 mai 2018 (Ecclesia) – Os jesuítas portugueses publicaram hoje uma tomada de posição contra a legalização da eutanásia, lamentando o que consideram ser um “debate insuficiente” na sociedade. Recordando a petição pública dirigida à Assembleia da República em fevereiro de 2016, assinada por diversas personalidades que […]

  • Texto apresentado pelo CDS destaca «simplicidade, espírito de serviço e sensibilidade» do bispo de Leiria-Fátima Lisboa, 24 mai 2018 (Ecclesia) – A Assembleia da República aprovou hoje um voto de louvor, apresentado pelo CDS, pela nomeação como cardeal do bispo de Leiria-Fátima, D. António Marto, anunciada pelo Papa no último domingo. “O reconhecimento desta nomeação […]

  • Tomada de posse marcada para esta sexta-feira Lisboa, 24 mai 2018 (Ecclesia) – O padre José Tolentino Mendonça é o novo reitor da Faculdade de Teologia da Universidade Católica Portuguesa (UCP), anunciou hoje a instituição, em comunicado. A tomada de posse está marcada para esta sexta-feira, pelas 14h30, na Sala de Receções da Reitoria da […]

Horário de visitas da Igreja de S. Lourenço

Pode visitar a Igreja de S. Lourenço nos seguintes horários

 

De 15 de Abril a 15 de Outubro (Horário de Verão)

 Segunda-feira: 15h00 - 18h00

Terça-feira a Sábado: 10h00 - 13h00 e 15h00 - 18h00

 

De 16 de Outubro a 14 de Abril (Horário de Inverno)

Segunda-feira: 15h00 - 17h00

Terça-feira a Sábado: 10h00 - 13h00 e 15h00 - 17h00

 

 Ao Domingo encontra-se encerrada para visitas.

Entradas pagas

Onde Estamos

Visitas

Visitas
3945
Favoritos web
18