Vida dos Santos

Calendário de Eventos

Mês anterior Dia anterior Dia seguinte Próximo mês
Ver por ano Ver por mês Ver por semana Ver hoje Pesquisar Ir para o mês

Beata Maria da Encarnação

Quarta-feira, 18 Abril 2018por Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.Visualizações : 1804

18Abr Maria da EncarnaçãoBeata Maria da Encarnação nasceu a 1 de fevereiro de 1566 em Paris e faleceu a 18 de abril de 1618 em Pontoise. Era filha de Nicolau Avrillot, Senhor de Champstreaux e de Marie Lhuillier. Beata Maria da Encarnação foi baptizada como Bárbara Avillot.
Era costume para a nobreza da época, confiar a educação das meninas ou adolescentes a congregações religiosas femininas. Assim a beata Maria da Encarnação foi confiada às Irmãs Menores de Nossa Senhora da Humildade, residentes de Longchamp. Regressou à casa da família aos 14 anos e o seu desejo de fazer-se religiosa não foi autorizado pelos seus pais.
Aos 16 anos casou com Pedro Acarie, Visconde de Villemor, Senhor de Montbrost e de Roncenay, proprietário de muitas terras, muito atuante na política da corte e cuja influência era tão forte quanto a de sua família, homem de costumes irrepreensíveis.
O casal teve seis filhos. A Beata Maria da Encarnação era uma excelente mãe e esposa, e vivia de acordo com os mandamentos de Deus, enfrentando os deveres na administração do lar, e colocando a família no caminho da santidade. Aos empregados pagava mais do que o salário convencional. Visitava os pobres, viúvas e enfermos e instruía na doutrina cristã as crianças. Com o seu bom exemplo a Beata Maria da Encarnação influenciava as esposas de outros nobres que eram heréticos, convertendo a muitos ao catolicismo.
Beata Maria da Encarnação era incansável no auxílio aos necessitados, especialmente durante o assédio de Paris pelo rei Henrique IV, em 1590, durante as guerras religiosas em que se enfrentaram os católicos e os huguenotes, com a intervenção militar dos espanhóis. A beata Maria da Encarnação participou das ações contra a heresia protestante que procurava estender-se na França. O rei Henrique IV, protestante, após desfazer a Liga Católica à qual o marido da beata Maria da Encarnação pertencia, mandou-o para o exílio e confiscou todos os seus bens. Foram quatro anos de várias atribulações financeiras e de aflição de espírito. Porém a beata não se abateu, tomou a defesa do marido, não se detendo até provar a inocência dele e reaver todos os bens.
A casa da Beata Maria da Encarnação torna-se um centro de cultura católica e de promoção e resgate dos valores cristãos na sociedade parisiense. Neste mesmo tempo o seu marido, Pedro Acarie, deixa-lhe a administração e pede-lhe que seja ela a encarregar-se dos bens e das visitas inumeráveis que recebem e que vem por sua causa.
Nesse período a beata Maria da Encarnação conheceu São Francisco de Sales, (http://www.paroquia-almancil.pt/utilidades/vida-dos-santos/icalrepeat.detail/2018/01/24/6302/-/s%C3%A3o-francisco-de-sales.html) o qual aprova a sua atitude e comportamento, vindo a tornar-se o seu diretor espiritual.
A 13 de abril de 1598 é anunciado o Édito de Nantes que tolera o protestantismo, causando muito sofrimento aos Acarie (família da beata Maria da Encarnação). Em 1601, beata Maria da Encarnação conhece a vida e obra de Santa Teresa de Jesus (http://www.paroquia-almancil.pt/utilidades/vida-dos-santos/icalrepeat.detail/2018/10/15/51299/-/santa-teresa-de-jesus.html). Tem visões da santa que lhe pede para esforçar-se para trazer à França as Carmelitas Descalças, mesmo que os tempos fossem difíceis para as congregações religiosas e fossem proibidas novas fundações na França. Beata Maria da Encarnação insiste diante do rei e do arcebispo de Paris, mas não consegue nada. Como era mulher espiritual e muito conhecida nos círculos intelectuais católicos, Beata Maria da Encarnação consultou o seu primo, o futuro cardeal de Berulle, o cartuxo D. Beaucosin e o seu diretor espiritual, Andrés Duval, que se tornarão seus apoios. Estes pedem-lhe que espere tempos melhores. Numa nova visão Santa Teresa de Jesus volta a insistir, dizendo que para o bem do Carmelo, da Igreja e da França, dariam frutos de santidade.
Com a ajuda de São Francisco de Sales em 1602 a Beata Maria da Encarnação acolheu as primeiras vocações, obteve a autorização do rei, que tinha por ela uma grande consideração, e em 1603 o papa Clemente VIII enviou-lhe a autorização para a fundação e ela pode construir o primeiro mosteiro carmelita em França.
Em 29 de agosto de 1604, seis Carmelitas Descalças espanholas, entre as quais a futura Beata Ana de São Bartolomeu e a uma futura Serva de Deus, Ana de Jesus, chegaram a Paris e no dia 17 de outubro do mesmo ano foi iniciada a vida monástica naquela cidade. Iniciando assim uma forte influência na espiritualidade católica de seu tempo, a beata Maria da Encarnação teve a felicidade de ver a Ordem expandir-se para Pontoise, Dijon, Amiens nos anos 1605/1606, e três das suas filhas ingressarem no Carmelo de Amiens.
No ano de 1613 o seu esposo adoeceu gravemente e depois de nove dias morreu. Com os filhos criados e sem compromissos para com a família, a beata entra como conversa no Carmelo de Amiens onde estavam suas filhas, dia 7 de abril de 1614, tomando o nome de Maria da Encarnação.
Beata Maria da Encarnação viveu a sua vida de clausura com humildade, trabalhando na cozinha, atendendo as irmãs doentes. Teve muitos êxtases e visões que a confortavam nas suas longas doenças e provações. Manteve-se sempre ativa e preparada para discussões sobre o tema da fé e sempre humilde e afetuosa como simples carmelita de sua comunidade.
A 7 de dezembro de 1616 foi transferida para o Carmelo de Pontoise, onde viveria por dois anos. Beata Maria da Encarnação faleceu a 18 de abril de 1618 com uma infeção pulmonar.
Foi beatificada pelo Papa Pio VI a 5 de junho de 1791.

Voltar

Autenticação

Registar

*
*
*
*
*
*

Fields marked with an asterisk (*) are required.

Liturgia

Secretariado Nacional de Liturgia

Agenda Litúrgica
  • Roxo – Ofício da féria. Missa da féria, pf. da Quaresma. L 1 Dan 3, 25. 34-43; Sal 24 (25), 4bc-5ab. 6-7bc. 8-9 Ev Mt 18, 21-35 Nos dias feriais mais oportunos desta semana, em vez das leituras indicadas para esses dias, podem tomar-se as leituras dominicais do Ano A, para favorecer a catequese baptismal na Quaresma.

Próximos Eventos

Não foram encontrados eventos

Santo do dia

Ter. Mar. 26
Santa Larissa
Ter. Mar. 26
São Ludgero de Münster

Diocese do Algarve

Diocese do Algarve

Website Oficial da Diocese do Algarve
  • O Seminário de São José de Faro celebrou no passado dia 19 deste mês a sua festa, mas no domingo anterior realizou-se o encontro das famílias dos pré-seminaristas e dos seminaristas em Faro e em Évora. Após o acolhimento, o programa prosseguiu com a intervenção do reitor da instituição sobre “A importância da Família no …

  • O bispo do Algarve vai realizar a quarta visita pastoral deste ano de 2018/2019, depois das realizadas às paróquias da Conceição de Faro e de Pechão em dezembro e às paróquias de Raposeira, Sagres e Vila do Bispo em janeiro e às paróquias de Estoi e Santa Bárbara de Nexe que terminou no início deste …

  • A Diocese do Algarve vai abrir ao público as portas do Paço Episcopal de Faro para visita das principais salas do edifício que constitui um dos edifícios mais representativos da Arquitetura Chã no Algarve. A intenção tinha sido anunciada pelo bispo D. Manuel Quintas em novembro passado durante a inauguração da “Exposição para a Difusão …

Ecclesia

Agência ECCLESIA

Agência de Informação
  • Irmã timorense falou da perseguição sofrida durante final da ocupação indonésia The post Quaresma: Fundação Ajuda à Igreja que Sofre apresenta campanha dedicada a religiosas «extraordinárias» appeared first on Agência ECCLESIA.

  • Capela do Rato vai receber lançamento do novo livro do teólogo e humanista canadiano Jean Vanier Lisboa, 26 mar 2019 (Ecclesia) – A Capela do Rato, o Serviço Pastoral a Pessoas com Deficiência, dos bispos portugueses, e a editora Princípia promovem a apresentação de ‘Verdadeiramente Humanos’, livro de Jean Vanier, que fundou ‘A Arca’, às 21h00, […] The post Publicações: «Verdadeiramente Humanos» proporciona um debate «amplo da sociedade» (c/vídeo) appeared first on Agência ECCLESIA.

  • Francisco faz visita surpresa a Universidade Lateranense, para reflexão de Quaresma Roma, 26 mar 2019 (Ecclesia) – O Papa alertou hoje em Roma para o “individualismo” da sociedade que levou a um “inverno demográfico” no Ocidente, falando durante uma visita surpresa à Universidade Lateranense, para uma reflexão de Quaresma. “Paro num ponto que me faz […] The post Vaticano: Papa alerta para «individualismo» que levou a «inverno demográfico» appeared first on Agência ECCLESIA.

Horário de visitas da Igreja de S. Lourenço

Pode visitar a Igreja de S. Lourenço nos seguintes horários

 

De 15 de Abril a 15 de Outubro (Horário de Verão)

 Segunda-feira: 15h00 - 18h00

Terça-feira a Sábado: 10h00 - 13h00 e 15h00 - 18h00

 

De 16 de Outubro a 14 de Abril (Horário de Inverno)

Segunda-feira: 15h00 - 17h00

Terça-feira a Sábado: 10h00 - 13h00 e 15h00 - 17h00

 

 Ao Domingo encontra-se encerrada para visitas.

Entradas pagas

Onde Estamos

Visitas

Visitas
3945
Artigos
2
Favoritos web
18