segunda, 08 outubro 2012 22:12

Unção dos Doentes

Escrito por 
Classifique este item
(0 votos)

 UNÇÃO

 

O SACRAMENTO DOS DOENTES

A Unção dos doentes mostra claramente a solicitude corporal e espiritual do Senhor para com os doentes. A pessoa que está doente necessita de uma peculiar Graça de Deus para que não perca o ânimo na aflição, nem venha a fraquejar na fé, pela falta de confiança no Senhor. (Introdução ao Ritual, nº5).

Recebendo o Sacramento dos doentes, o enfermo pode suportar melhor, com mais fortaleza, os males que o afligem, e pode vencê-los obtendo a saúde do corpo e renovando-se na sua espiritualidade. Este Sacramento, pela oração feita sobre o doente e com o doente confere se necessário o perdão dos pecados e a consumação da Penitência cristã. (Introd. ao Ritual nº 6)

Por tudo isso, através da Unção dos Doentes, pede-se ao Senhor que o cristão regresse às suas normais actividades, às suas anteriores ocupações, uma vez que se pede a cura de toda a fraqueza, o sarar de todas as feridas, o alívio de todas as dores da alma e do corpo, o perdão de todos os pecados. (oração depois da unção, nº 77).

 

Quais os frutos deste sacramento?

Uma força especial e um conforto para viver, e, se for essa a vontade de Deus, uma melhora do estado de saúde. Mesmo quando não há melhoria do estado de saúde, este sacramento permite experimentar a paz e a coragem para suportar os sofrimentos da doença e da idade avançada com uma graça de força, de perdão e de purificação.

Os frutos do sacramento são:

  •       A união do doente ao sofrimento e à Paixão de Jesus para o seu bem e para o bem de toda a Igreja.
  •       O reconforto, a paz e a coragem para suportar os sofrimentos da idade avançada e da doença.
  •        O perdão dos pecados, quando a doença já não permite a confissão sacramental.
  •       As melhoras da saúde, se for essa a vontade de Deus e se no plano salvífico de Deus, contribuir para o seu crescimento espiritual.
  •       A preparação para a morte, passagem à vida eterna.
  •  

       Como preparar?

Para receber qualquer sacramento o cristão deve estar em estado de graça, sem consciência de culpa grave.

Deve rezar e pedir a Deus que o ajude a conformar-se com a Sua vontade Santa.

Deve contemplar Cristo crucificado e pedir-lhe a graça de se identificar com a sua paixão gloriosa e de contribuir assim para o crescimento espiritual da Igreja.

Não deve receber este sacramento esperando uma cura milagrosa. O fruto principal do sacramento é a graça da pacificação e do alívio espiritual e corporal das dores. Se for a vontade de Deus e se contribuir para o bem da Igreja, o doente experimentará também as melhorias significativas.

O Sacramento da Santa Unção é celebrado sempre que nos for pedido. Basta contactar o Acolhimento Paroquial.

 

Ler 4749 vezes Modificado em quinta, 06 junho 2013 11:51

Deixe um comentário

Certifique-se que coloca as informações (*) requerido onde indicado. Código HTML não é permitido.

Autenticação

Registar

*
*
*
*
*
*

Fields marked with an asterisk (*) are required.

Liturgia

Secretariado Nacional de Liturgia

Agenda Litúrgica
  • S. Brígida, religiosa, Padroeira da Europa – FESTA Branco – Ofício da festa. Te Deum. Missa própria, Glória, pf. dos Santos. L 1 Gal 2, 19-20; Sal 33, 2-3. 4-5. 6-7. 8-9. 10-11 Ev Jo 15, 1-8 * Na Diocese de Viseu – Aniversário da Dedicação da Igreja Catedral. Na Sé – SOLENIDADE; nas outras igrejas da Diocese – FESTA; aniversário da Ordenação episcopal, tomada de posse e entrada solene de D. Ilídio Pinto Leandro (2006). * Na Ordem Franciscana (II Ordem) – B. Cunegundes, religiosa, da II Ordem – MF * Nas Dioceses de Cabo Verde – Ofício e Missa da féria.

Próximos Eventos

Não foram encontrados eventos

Santo do dia

Seg. Jul. 23
Santa Brígida

Diocese do Algarve

Diocese do Algarve

Website Oficial da Diocese do Algarve

Ecclesia

Agência ECCLESIA

Agência de Informação

Horário de visitas da Igreja de S. Lourenço

Pode visitar a Igreja de S. Lourenço nos seguintes horários

 

De 15 de Abril a 15 de Outubro (Horário de Verão)

 Segunda-feira: 15h00 - 18h00

Terça-feira a Sábado: 10h00 - 13h00 e 15h00 - 18h00

 

De 16 de Outubro a 14 de Abril (Horário de Inverno)

Segunda-feira: 15h00 - 17h00

Terça-feira a Sábado: 10h00 - 13h00 e 15h00 - 17h00

 

 Ao Domingo encontra-se encerrada para visitas.

Entradas pagas

Onde Estamos

Visitas

Visitas
3945
Artigos
2
Favoritos web
18