CATEQUESE DE ADULTOS PARA QUÊ, se ontem não existia? - para que lhes seja garantido o direito a uma fé adulta; - para que descubram a sua verdadeira identidade cristã; - para que a catequese das crianças seja mais eficaz, pelo envolvimento de uma comunidade cristã adulta; - para que assumam a sua missão de evangelizadores; - para que participem de uma forma responsável na edificação da Igreja; - para que, no contexto do mundo de hoje, tenham bem claro o que é ou não é importante na sua fé.   A QUEM SE DESTINA? - a todos os adultos, com mais de 18 anos, que não tiveram uma iniciação na fé cristã; - àqueles que apenas tiveram uma catequese infantil e, por isso, apenas receberam respostas adaptadas à sua mentalidade de criança, faltando-lhes respostas para as suas questões de adultos; - a todos os cristãos que ainda não fizeram este tipo de aprofundamento da sua fé, com vista a uma estruturação da mesma.   COMO É ESTA CATEQUESE? - Oferece uma síntese doutrinal, coerente, sistemática e organizada do conjunto da fé cristã, fazendo ao mesmo tempo uma experiência da Igreja como comunidade (vida de equipa e inserção na comunidade cristã); experiência de oração e da relação viva entre a Palavra de Deus e a vida quotidiana.   QUANTO TEMPO? - Tem a duração de dois a três anos, em reuniões quinzenais em dia e horário a combinar.   PARA MAIS INFORMAÇÕES CONTACTAR A PARÓQUIA
  A catequese da Adolescência é uma caminhada de esclarecimento e resposta a muitas interrogações em relação a Jesus Cristo e à personalidade de cada adolescente. Os adolescentes, inconscientemente, traçam um círculo em torno da pessoa e só deixam entrar aqueles que lhes reforçam o seu próprio eu. Encontram grandes dificuldades no relacionamento com eles próprios, com Deus e com os outros. A catequese para a Adolescência têm início com a terceira etapa que tem o nome de: O Sentido Cristão da Vida É uma fase de descoberta de Jesus Cristo como o amigo, a grande referência para o sentido da vida e para a resolução das grandes questões existenciais. 7.º Ano – Projecto Mais Festa: Bem-aventuranças 8.º Ano – Somos Mais Festa: Vida A quarta e última etapa da catequese da infância e da adolescência denomina-se: O Compromisso Cristão Esta etapa pretende ajudar os adolescentes a realizarem o seu compromisso comunitário e eclesial. Tem ainda em conta uma nova síntese da fé, agora no horizonte adolescente e juvenil. Esta etapa catequética compreende os seguintes anos: 9.º Ano – O Desafio de Viver Festa: Compromisso 10.º Ano – A Alegria de Viver Festa: Envio   Na nossa Paróquia a catequese funciona ao Sábado das 15:30 às 16:30 seguida pela Eucaristia às 17:00 na Escola E.B. 2/3 de Almancil e ao Domingo das 10h00 às 11h00 seguido pela Eucaristia dominical na Igreja de São Lourenço.
LEGIÃO DE MARIA   Fundada a 7 de Setembro de 1921 por Frank Duff e um grupo de jovens, em Dublin, Irlanda, a Legião de Maria é uma organização de leigos, cujo objetivo é «a glória de Deus, por meio da santificação pessoal dos seus membros, pela oração e cooperação ativa, sob a orientação da autoridade eclesiástica, na obra de Maria e da Igreja». Ambiciona ser o elo que liga os Pastores ao seu rebanho, facilita-lhes o trabalho e permite-lhes um contacto pessoal e contínuo com os fiéis. Trabalha a nível local sob a orientação dos Párocos. É um Movimento de Evangelização ao serviço da Igreja, cuja espiritualidade assenta na Doutrina do Corpo Místico e na Maternidade de Maria. Tal como Maria, sob a ação do Espírito Santo, deu Cristo ao mundo, também a Legião de Maria, com Maria e sob a ação do mesmo Espírito, procura dá-Lo ao mundo através do seu apostolado. Quer colaborar com o Espírito Santo e com Maria na renovação da face da Terra e na construção da Civilização do Amor no Terceiro Milénio. Para isso, os seus membros procuram ser dignos e corajosos anunciadores do Evangelho, obedecendo assim ao mandato de Jesus Cristo: “Ide pelo mundo inteiro...” (Mt 28,6). Entra-se na Legião de Maria, oficialmente, por uma consagração especial ao Espírito Santo (Promessa Legionária). Atividades: Privilegiam a Dimensão Pastoral ou a Dimensão Social, tocando assim, nas suas atividades todas as Pastorais. Eis, a título de exemplo, algumas dessas atividades: contactos com as famílias em visitas domiciliárias (trabalho prioritário da Legião numa linha de evangelização); recenseamento paroquial; contactos com doentes em hospitais (voluntariado hospitalar) e em casa (apoio domiciliário com prestação de cuidados de higiene e serviço doméstico); apoio à Terceira Idade (amparo moral, convívios, centros de dia); acompanhamento de pessoas solitárias; obras a favor dos mais abandonados elementos da sociedade; visitas a albergues, colaboração com os sem-abrigo, contactos com prostitutas, visitas a estabelecimentos prisionais, apoio a toxicodependentes, alcoólicos e doentes de sida. Grupos de Patrícios, para formação religiosa de leigos. Exploratio Dominicalis (procura das almas ao Domingo) — jornada apostólica em zona especialmente difícil. Peregrinação por Cristo — trabalho de missão em país diferente durante uma semana ou mais. Incolae Mariae — legionários que se estabelecem temporariamente em zonas descristianizadas e aí consagram o seu tempo livre ao apostolado. Convívios para estrangeiros — promoção da cultura local e dos valores cristãos. Etc... Em Portugal temos 35.000 Membros, entre Ativos e Auxiliares. Dioceses: Algarve, Angra, Aveiro, Beja, Braga, Bragança-Miranda, Coimbra, Évora, Funchal, Guarda, Leiria-Fátima, Lisboa, Portalegre-Castelo Branco, Porto, Santarém, Setúbal, Viana do Castelo, Vila Real e Viseu.  
“Deixai as crianças e não as impeçais de vir ter comigo, pois delas é o Reino do Céu” (Mt 19, 14) Sendo a catequese um caminho progressivo de amadurecimento da fé, acompanhando o cristão na marca da sua vida, de modo que este cresça harmoniosamente em todas as dimensões, há na nossa paróquia diversas fases de catequese, atendendo às idades e circunstâncias dos vários sectores a formar e a evangelizar. O programa de Catequese da Infância e Adolescência, aprovado pela Conferência Episcopal Portuguesa, em Abril de 1988, compreende cinco fases bienais que culminam e terminam com celebrações festivas profundamente vinculadas ao caminho da fé percorrido em cada fase. A relação entre as diversas fases faz-se em espiral: O Mistério Cristão é desenvolvido gradualmente de acordo com as características e capacidades próprias dos catequizandos.     Catequese da Infância Nos primeiros anos de vida, a relação que a criança adquire com Deus depende profundamente do ambiente que a rodeia. Nesta fase etária, a família tem um papel de extrema importância a desempenhar: a sua fé, a firmeza do seu comportamento, a sua vida de oração, na qual a criança deve participar, constituem o terreno em que fica a semente da qual desabrochará mais tarde a sua fé. As famílias que trazem os seus filhos à catequese começam a entender que o fazem porque DEUS é importante para a sua vida. Daí a importância dos pais, catequistas e pároco, sobretudo como testemunhos de vida, com a oração em comum e a Eucaristia dominical. O sucesso, a felicidade e o bem-estar das nossas crianças estão intimamente relacionados com tudo isto. Vale sempre a pena o esforço que fazemos pelos nossos filhos! Com o início da catequese temos a primeira etapa que se denomina:   Inserção na Comunidade É uma fase de acolhimento por parte de toda a Comunidade Cristã, que visa a progressiva inserção na vida da fé da Igreja. Esta primeira etapa catequética compreende os seguintes anos: 1.º Ano – Jesus gosta de mim Festa: Acolhimento 2.º Ano – Ensina-nos a rezar Festa: Pai Nosso 3.º Ano – Em Ti, vivemos Festa: Palavra À segunda etapa damos o nome de: A Vida da Fé Esta etapa é dedicada à primeira síntese da Fé cristã. Ser Cristão é seguir Jesus e viver à maneira da comunhão trinitária. Esta segunda etapa catequética compreende os seguintes anos: 4.º Ano – Ao encontro … de Jesus Festa: Eucaristia (Primeira Comunhão) 5.º Ano – À descoberta … do pai Festa: Credo 6.º Ano – Na força… do espírito Festa: (Profissão de) Fé   Estas primeiras duas etapas constituem a chamada catequese para a Infância. Na nossa Paróquia a catequese funciona ao Sábado das 15:30 às 16:30 seguida pela Eucaristia às 17:00 na Escola E.B. 2/3 de Almancil e ao Domingo das 10h00 às 11h00 seguido pela Eucaristia dominical na Igreja de São Lourenço.
Preparação para o Baptismo   O Sacramento do Baptismo   O Santo Batismo é o fundamento de toda a vida cristã, o pórtico da vida no Espírito Santo («vitae spiritualis ianua – porta da vida espiritual») e a porta que dá acesso aos outros sacramentos. Pelo Batismo somos libertos do pecado e regenerados como filhos de Deus: tornamo-nos membros de Cristo e somos incorporados na Igreja e tornados participantes na sua missão. «Batismos est sacramentam regeneratiorais per aquam in Verbo».     Quem pode receber o Batismo?   «Todo o ser humano ainda não batizado – e só ele – é capaz de receber o Batismo».   O BATISMO DAS CRIANÇAS   Nascidas com uma natureza humana decaída e manchada pelo pecado original, as crianças também têm necessidade do novo nascimento no Batismo para serem libertas do poder das trevas e transferidas para o domínio da liberdade dos filhos de Deus, a que todos os homens são chamados. A pura gratuidade da graça da salvação é particularmente manifesta no Batismo das crianças. Por isso, a Igreja e os pais privariam, a criança da graça inestimável de se tornar filho de Deus, se não lhe conferissem o Batismo pouco depois do seu nascimento.   O BATISMO DOS ADULTOS Desde os princípios da Igreja, o Batismo dos adultos é a situação mais corrente nas terras onde o anúncio do Evangelho ainda é recente. O catecumenato (preparação para o Batismo) tem, nesse caso, um lugar importante; sendo iniciação na fé e na vida cristã, deve dispor para o acolhimento do dom de Deus no Batismo, Confirmação e Eucaristia. (Conf. Catecismo da Igreja Católica)   COMO BATIZAR O SEU FILHO NA PARÓQUIA DE ALMANCIL: A preparação para o Batismo é indispensável e deverá ser feita preferencialmente na própria comunidade paroquial. No caso das crianças (até aos 5 anos de idade), cabe aos pais pedir o Batismo para os seus filhos. O pedido deve ser feito com, pelo menos dois meses de antecedência, para haver tempo de fazer todos os preparativos. Os preparativos acima referidos incluem as reuniões de preparação para os pais e padrinhos e também as questões práticas referentes a datas e horas para a Celebração do Batismo e organização do processo administrativo.   Os Padrinhos Os pais devem tomar a sério a escolha de bons padrinhos para seus filhos, a fim de que estes não se tornem numa mera «figura de adorno». Para esta escolha, os pais não devem guiar-se apenas por razões de parentesco, de amizade e muito menos de prestígio social, mas sim pelo desejo sincero de confiar aos filhos, padrinhos que sejam capazes de influenciar eficaz e positivamente a sua educação cristã. Cada criança pode ter um só padrinho (homem ou mulher) ou dois.   O que é necessário para ser padrinho? Ter maturidade humana e cristã, para assumir as suas responsabilidades; Ter recebido os sacramentos da iniciação cristã (Batismo, Eucaristia e Crisma); Ter no mínimo 16 anos de idade; Ser católico praticante.   Quais são as funções dos padrinhos Junto…
Renovamento carismático católico   O Renovamento Carismático Católico, por vezes também designado como Renovação Carismática Católica, surgiu (na Igreja de hoje) como uma onda de renovação da graça de Pentecostes. O Renovamento Carismático Católico não é um movimento à semelhança de outros movimentos da Igreja Católica. Por exemplo, ao contrário de outros movimentos não tem um fundador: foi suscitado pelo Espírito Santo como caminho de renovação da Igreja. O Renovamento Carismático Católico é, de facto, melhor descrito como uma graça, uma onda de renovação que percorre a Igreja impelida pelo Espírito Santo. Ao convocar o Concílio Vaticano II, o Papa João XXIII pedia ao Senhor que renovasse, na nossa época, as maravilhas de então "como um novo Pentecostes". E, na verdade, pouco depois do encerramento do Concílio surge o Renovamento Carismático Católico na Igreja Católica. No dizer do Cardeal Suenens o Renovamento Carismático é uma segunda graça de Deus à Igreja e ao Mundo, depois da primeira graça que foi o Concílio Vaticano II.   Como nasceu o Renovamento Carismático Católico? Alguns professores e alunos da Universidade do Espírito Santo de Duquesne, em Pittsburg, na Pensilvânia (Estados Unidos da América), reuniram-se frequentemente para partilhar as suas experiências de fé. Todos reconheciam, porém, um certo vazio no fundo de si mesmos, falta de dinamismo e uma clara tibieza nas suas orações e atividades apostólicas. Era como se a vida dependesse, em elevado grau, dos seus próprios esforços… Conscientes de que a força da primitiva comunidade cristã teve origem na vinda do Paráclito Consolador, começaram a pedir incessantemente ao Espírito Santo que manifestasse neles a sua presença cheia de poder, para bem da vida espiritual de cada um e êxito dos seus trabalhos apostólicos. Diariamente rezavam o "Vinde Espírito Santo" por todos os membros do grupo. Entretanto, alguns estudantes do grupo tinham lido o livro "A cruz e o punhal" em que um pastor pentecostal americano relata como, na sequência da sua ação no meio dos jovens drogados de Nova Iorque, o Espírito Santo operava numerosas conversões. Decidiram então de 17 a 19 de Fevereiro de 1967 realizar um retiro de fim-de-semana conjuntamente com o capelão da Universidade. Todo o sábado foi passado em oração e estudo, nomeadamente do Livro dos Actos dos Apóstolos. Continuaram pela noite fora implorando a efusão do Espírito Santo. Muitos dos presentes, nesse fim-de-semana, tiveram a certeza espiritual de que a sua oração fora ouvida pela transformação interior e pela alegria espiritual que sentiram, naquela experiência de Pentecostes pessoal e comunitária. Isto foi para eles uma verdadeira "atualização de Pentecostes"… Sem Fundador, tinha nascido o Renovamento Carismático Católico. Esta experiência foi partilhada com amigos da Universidade de Notre Dame, em Indiana (Estados Unidos da América). Cerca de 30 pediram que rezassem também por eles, para que as suas vidas se tornassem profundamente cristãs… Tornaram-se "homens novos"…Graças à força imparável do Espírito Santo essa chispa propagou-se como incêndio em folha seca, invadiu os cinco continentes e tocou nestes 33 anos a vida de mais de 120 milhões de…

Autenticação

Registar

*
*
*
*
*
*

Fields marked with an asterisk (*) are required.

igrejanova

donativo

Próximos Eventos

Não foram encontrados eventos

Santo do dia

Sem eventos

Horário de visitas da Igreja

Pode visitar a Igreja nos seguintes horários

 

De 15 de Abril a 15 de Outubro (Horário de Verão)

 Segunda-feira: 15h00 - 18h00

Terça-feira a Sábado: 10h00 - 13h00 e 15h00 - 18h00

 

De 16 de Outubro a 14 de Abril (Horário de Inverno)

Segunda-feira: 15h00 - 17h00

Terça-feira a Sábado: 10h00 - 13h00 e 15h00 - 17h00

 

 Ao Domingo encontra-se encerrada para visitas.

Entradas pagas

Onde Estamos